16.5 C
Curitibanos
quarta-feira, 06 de julho de 2022

Biblioteca Pública de Santa Catarina comemora 168 anos

Exposições, contação de histórias, oficinas e biblioteca humana são algumas das atrações

Livros pendurados no teto da Biblioteca Pública de Santa Catarina chamam a atenção de quem passa pelo centro de Florianópolis. Os “livros voadores” presos em varais e repletos de histórias remetem à leveza da imaginação. Na entrada da Biblioteca, também há livros cujas dobraduras formam corações e outras formas. A mostra “Livros Voadores e Esculturas de Livros” foi feita por estudantes de design da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), do projeto releituras.

A exposição faz parte da programação especial alusiva aos 168 anos da Biblioteca, considerada a mais antiga instituição cultural do estado. O calendário conta com exposição, oficinas, bate-papos sobre literatura, visitas guiadas com contação de histórias, lançamento de livro e exibição de vídeo e vai até 31 de maio, dia da celebração do aniversário.

“A gente costuma emprestar livros e ler os livros né. A novidade da nossa semana de comemoração é a biblioteca humana. Nós emprestamos pessoas, ao invés de emprestar livros”, explica a diretora da Biblioteca Cleonisse Inês Schmitt sobre uma das atrações. O projeto biblioteca humana propicia uma experiência pessoal por meio da mediação entre os espaços destinados à leitura e encontro de pessoas. Entre os profissionais disponíveis, estará uma bailarina e coreógrafa com uma doença rara e um radialista.

A programação também envolve contoterapia, que incentiva reflexões sobre o senso de pertencimento, oficinas de restauração, lançamento de livros e muito mais.

Acesse a programação completa clicando aqui

No dia da celebração do aniversário, terça-feira (31) será reaberto ao público o setor de Obras Raras, no 3º andar da Biblioteca, que estava fechado para reformas.

Cultura e história de Santa Catarina

Prestigiar a comemoração do aniversário da Biblioteca Pública é prestigiar, também, a preservação da memória catarinense. O acervo da instituição reúne 115 mil volumes, entre jornais e livros, incluindo obras raras.

“A biblioteca tem um papel bastante importante como política pública de conservação da história de Santa Catarina. Nós temos um setor que guarda toda a memória do Estado, que foi recentemente revitalizado”, explica Cleonisse sobre a importância da instituição. Neste setor está o acervo de todos os jornais do interior de Santa Catarina, por conta de um convênio entre a Associação dos Jornais de Santa Catarina (Adjori/SC) e a Biblioteca Pública.

Fernanda Kleinebing | Agência Adjori/SC de Jornalismo / RCN

Receba notícias direto no seu celular, através dos nossos grupos. Clique no link para participar:

WhatsApp

Destaques

Últimas notícias