16.5 C
Curitibanos
quarta-feira, 06 de julho de 2022

Vacinação contra gripe tem apenas 47% de adesão do público-alvo em Curitibanos

Cerca de 10 mil pessoas ainda não procuraram o Centro de Vacinas para imunização no município

A redução do número de casos da Covid-19 no país é uma vitória que merece ser celebrada. Em Curitibanos, quase 90% da população está vacinada com a primeira dose, 81% com a segunda e 51% com a terceira dose, o que demonstra que a prevenção é um caminho importante no combate ao vírus. Contudo, com o aumento da flexibilização das restrições impostas pela pandemia, cresce a circulação de outros vírus respiratórios, como a Influenza, por exemplo.

Em Curitibanos, a vacinação contra o vírus da Influenza (gripe) teve adesão de apenas 47% do público-alvo até a última terça-feira (17). A expectativa, segundo o secretário de Saúde Roque Stanguerlin é vacinar cerca de 12 mil pessoas no munícipio, mas, por enquanto, apenas 5.633 tomaram a vacina, entre todos os grupos prioritários. Já contra o Sarampo, 3.900 pessoas estão aptas a receberem o imunizante, entre crianças e trabalhadores da saúde.

Roque comenta que são praticamente 16 mil doses a serem aplicadas em Curitibanos, entre idosos, crianças, trabalhadores, gestantes, puérperas, caminhoneiros e demais pessoas dos grupos prioritários. “Estamos realizando as vacinações, mas as pessoas não estão procurando e isso se deve a algumas pessoas colocarem em dúvida a vacina, o que vem atrapalhando bastante as campanhas. Os números estão abaixo do esperado, não só em Curitibanos, mas também em todo o país, estamos trabalhando muito em cima disso, buscando reforçar as campanhas de vacinação para conscientizar a população”, explica o secretário.

O dia D de vacinação contra a gripe e o Sarampo aconteceu no dia 30 de abril em todo o país. Em Curitibanos, foram aplicadas 2. 428 doses nos postos de saúde. A campanha segue até o início de junho para os grupos prioritários.

Roque destaca que a percepção de perigo é um grande motivador da vacinação e que apesar de os números serem altos, a expectativa é alcançar o maior número possível de pessoas vacinadas. “Temos uma boa estrutura com um amplo espaço, para que a população realize a vacina, a prevenção é sempre necessária”, disse, destacando que os sintomas gripais aumentaram muito a procura nos postos de saúde nas últimas semanas.

As pessoas ainda não vacinadas e que pertencem aos grupos prioritários podem buscar o serviço de vacinação no Centro de Vacinação de Curitibanos instalado no Mercado Público Municipal, de segunda a sexta-feira das 7h30’ às 11h30’ e das 13h30’ às 17 horas.

Receba notícias direto no seu celular, através dos nossos grupos. Clique no link para participar:

WhatsApp

Destaques

Últimas notícias