35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

Ficou mais fácil comer, mas não tão fácil assim de produzir alimentos

10 Agosto 2018 10:34:00


(Foto: Divulgação)/


Estamos perdendo velhos modelos de vivência que deveriam ser sempre novos e colocados em prática a cada refeição. Você sabe de onde vem os alimentos que estão postos em deliciosas refeições na sua mesa?

Curitibanos recebeu no início deste mês um encontro da Epagri que tinha por objetivo reunir a juventude que ainda permanece no campo, com o objetivo de estimular os jovens na tomada de decisões nas propriedades rurais, e suas famílias a também propiciarem meios para que os agricultores do futuro permaneçam, e quem vive na cidade possa comer.

A agricultura de subsistência tem perdido força nos últimos anos, e permanecer na roça também ficou mais complicado. O fato é comprovado pelo Censo Agropecuário divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que revelou esse dado preocupante. No campo, a juventude é minoria, assim como as mulheres.

Certamente nem eu, nem você, paramos para pensar de onde vem o alimento que está em nossas mesas pelo menos três vezes por dia, ou sempre ao alcance da mão, nos armários e prateleiras, e também ao telefone, pois, atualmente, para que a comida chegue às suas mãos basta uma ligação ou um click no aplicativo do celular. Ficou mais fácil comer, mas não tão fácil assim de produzir alimentos.

Sujeitos ao clima, as condições financeiras, às pragas, à sorte, o agricultor prepara o solo, planta e passa meses cuidando da lavoura, verdadeiro vigilante da plantação e o resultado é sempre incerto, mas ao mesmo tempo é esperado com extrema expectativa de um trabalho aplicado com esforço, suor, dedicação e até uma pontinha de reza.

Enquanto a cidade se moderniza, e ter acesso a alimentos fica mais facilitado, o campo também caminha no mesmo ritmo. A tecnologia chegou ao interior, contribui para o trabalho diário, mas está mais difícil manter as famílias produtoras, que pensam em qual o futuro que desejam para seus descendentes.

Apesar de o êxodo rural ser um problema que afeta algumas regiões do planeta, é preciso que também pensemos nos caminhos que queremos para o futuro da nossa agricultura. Valorizar o trabalho dos agricultores é o primeiro passo. Assim como criar alternativas para que a vida no campo também se torne mais viável.


OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711