35anos barrra.png
35anos barrra.png
  
OPINIÃO

Voto consciente e racional

06 Outubro 2018 10:26:00


(Charge: João Moraes) 


"Vou melhorar a saúde, a educação, a infraestrutura e a segurança". Quem nunca ouviu essas promessas de um candidato a qualquer cargo eletivo? É claro que todos concordam que essas são prioridades em qualquer esfera e, exatamente por isso, soaria meio estranho - para dizer o mínimo - que um candidato não demonstrasse preocupação com esses setores. Então, o que ele está nos dizendo nada mais é do que o óbvio. Mas, saindo do óbvio, quais são realmente suas propostas? De que forma ele pretende realizar o que está prometendo ao eleitor? 

Neste domingo (7), estaremos em frente à urna com uma importantíssima missão: escolher quem vai governar nosso país e nosso estado nos próximos quatro anos. A campanha política foi mais curta e mais econômica e isso, por vezes, pode ter dificultado o acesso às propostas de alguns candidatos, no entanto, não deve ser motivo para que se escolha alguém sem seguir critérios. 

Mais do que nunca, é preciso investigar o candidato, checar informações que chegam de todos os lados, descobrir o que há de verdade e de falácia nos discursos. Em uma eleição que se projeta para ser definida mais pelo fígado do que pelo cérebro, é preciso deixar de lado preconceitos e opiniões e analisar o que há de concreto e viável nas promessas.

Em resumo: vamos ser racionais na hora do voto. E ser racional significa questionar - não só candidato quanto suas próprias convicções. Eu conheço esse candidato? O que ele já fez pelo país, estado, minha cidade? Ele está preparado para governar? Eu concordo com seus pensamentos e o que ele defende? Que consequências seu plano de governo trará para minha vida e para a coletividade? Essas são perguntas que o eleitor deve se fazer antes de apertar a tecla Confirma, que dará sinal verde para o candidato realizar aquilo a que se propôs. Isso é, realmente, um voto consciente, um voto que deixará em paz a sua consciência. 

Antes de entregar a alguém as chaves de nossos governos, vamos analisar não só a pessoa, mas principalmente seu discurso. Acabar com a corrupção e melhorar o país pode ser algo muito fácil de prometer, mas como os candidatos pretendem executar esse plano? O fato é que cabe mais a nós, eleitores, do que a eles, candidatos, essa tarefa. É através do nosso voto que podemos promover uma faxina de verdade e não apenas varrer a sujeira para baixo do tapete. Pense e vote de forma racional. 



OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711