Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

Um estímulo à cultura do respeito no trânsito

07 Julho 2018 10:55:00


Ter mais qualidade de vida, envelhecer de forma saudável, ser mais responsável com o meio ambiente e economizar. Essas parecem ser frases comuns para pessoas deste século, mas, assim como se tornaram desejos corriqueiros de boa parte da humanidade, também estão bem longe de virar realidade para grande maioria da população. 

No entanto, para quem está pensando em colocar em prática ações de bem-estar e ambientalmente mais sustentáveis, uma alternativa é aderir às bicicletas. Não gastam combustíveis, colaboram para a redução na emissão de gases na atmosfera, e o hábito de transitar de bike traz inúmeros benefícios físicos e emocionais aos seus adeptos.

Não é à toa, que uma parcela cada vez maior de pessoas está incluindo o ciclismo em suas atividades diárias, seja como meio de transporte, atividade de lazer ou esporte amador e profissional. No entanto, por se tratar de um veículo, os ciclistas também precisam estar atentos às regras de trânsito.

Motoristas, ciclistas, motociclistas e pedestres de Curitibanos travam, diariamente, uma verdadeira batalha de poder nas vias do município. Sem muitas opções de ciclovias, quem anda de bicicleta precisa dividir espaço com os carros. Não raro, observa-se trabalhadores  e desportistas em suas bikes, desafiando-se entre os automóveis de maior porte. Outros mais distraídos podem ser vítimas de acidentes. A verdade é que sem bom senso e educação não se faz um trânsito seguro. 


O TRÂNSITO É LIVRE E PARA TODOS, MAS PRECISA SER HARMÔNICO


Todos os condutores devem se respeitar mutuamente, o trânsito é livre e para todos, mas precisa ser harmônico. Respeitar a mão de condução e sinalizações, ser gentil, paciente e cordial são apenas algumas dicas para manter uma boa convivência no trânsito curitibanense. Quem já é adepto desse meio de transporte sabe das deficiências e vantagens para usuários da bicicleta. 

Acredita-se que como as cidades e trânsito se modernizam, Curitibanos deverá entrar no ritmo e adotar políticas de implantação de ciclovias que contemplem a segurança e estimulem uma nova demanda de usuários, a exemplo de cidades catarinenses, como Blumenau, onde o uso da bike é frequente.

O reflexo certamente é a diminuição nas filas dos postos de saúde com o aumento da qualidade de vida da população em decorrência das pedaladas diárias, redução da poluição local e dos congestionamentos em horários de pico.

OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711