Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

Posse responsável: um dever de todos

31 Julho 2018 14:02:00

No entanto, é preciso refletir que a responsabilidade é de todos, não apenas do poder público



Um abaixo-assinado organizado pela comunidade curitibanense trouxe à tona um tema bastante difundido e discutidos nas rodas de conversa, nas ONGs, em instituições públicas e privadas; a castração de animais, entre eles cães e gatos, para controle populacional das espécies nos lares e nas ruas. 

É fato que em Curitibanos o tema tem vários ângulos. Há os animais puramente de rua, aqueles que perambulam sem eira nem beira, sem casa, sem cuidados, sem comida. Há aqueles que querem parecer de rua, vivem nas vias públicas, mas recebem cuidados especiais da comunidade que fornece água, comida, e em alguns casos, cuidados médico-veterinários.

Também existe aquele caso típico do animal doméstico que tem dono, casa, todos os cuidados necessários, mas vive na rua, está à mercê da violência, do trânsito e quaisquer adversidades. E há quem realmente execute os termos da posse responsável. Casos mais raros e esporádicos.

Como tudo Brasil, é necessário criar leis para tudo. Assim como para os cuidados com os animais e até para um tema mais complexo, como a castração, sobretudo para a população carente do município. No entanto, é preciso refletir que a responsabilidade é de todos, não apenas do poder público.

Sem dúvida de que adotar políticas de controle de zoonoses é fundamental para a saúde das comunidades, tanto humana, quanto animal, mas é preciso reforçar aquela premissa de que a sociedade é responsável pelo bem-estar de todos, incluindo os animais domésticos, evitando a proliferação desnecessária de cães e gatos, e por consequência, os diversos problemas que decorrem da superpopulação, incluindo a proliferação e doenças transmitidas pelos animais aos humanos e entre eles mesmos.

A solução parece simples, mas está longe de culminar em uma resolução. É preciso que todo o sistema colabore, a começar pelos cidadãos fazendo sua parte como proprietários dos animais, colaborando com as organizações não governamentais que promovem ações pelo bem-estar dos animais e pela saúde pública e o poder público, investindo em iniciativas educativas e ações imediatas para o controle da situação.

Um lugar melhor para se viver com condições dignas e salubres só é possível se cada pessoa fizer a sua parte pelo bem comum. Sozinho ninguém faz nada, nem muda o mundo.


OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711