Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

Número de mortes por gripe A em SC chega a três em 2018, diz Dive

04 Maio 2018 10:37:00

Pacientes são de Florianópolis e São José. Segundo o boletim epidemiológico, o número de casos de gripe A e B subiu para 35.

Por G1 SC

Três pessoas morreram em Santa Catarina em decorrência da gripe A, conforme o último boletim da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive) divulgado na quinta-feira (3). Dos casos, duas das vítimas eram doentes crônicos e um não tinha fator de risco. Até a última semana, somente um óbito havia sido confirmado.

Segundo a Dive, os casos de influenza estão dentro do esperado para o período que antecede a época de maior circulação dos vírus, que vai do início de maio e até o final de agosto. No dia 12 de maio, será feito um dia de mobilização para a vacinação, que já ocorre em campanha desde 23 de abril.

No período de análise do último boletim, que é de 31 de dezembro de 2017 até 2 de maio, morreram duas pessoas em Florianópolis e uma em São José, na Grande Florianópolis. Foram dois casos de gripe A H1N1 e um caso de H3N2.

Doentes por gripe A e B

A gripe A e B atingiu 35 pacientes em Santa Catarina. Até o último boletim, eram 30 casos.

Das notificações por influenza, 14 são pelo vírus A H1N1, 13 pelo vírus AH3N2, quatro ainda estão aguardando subtipagem de identificação do Influenza A e quatro somente pelo vírus Influenza.

A cidade catarinense com maior número de casos registrados foi Florianópolis, com 12 pacientes. Já com relação a idade das vítimas, a maioria tem entre 20 a 29 anos, 8 casos, e acima de 60 anos, também 8 casos.

Confira abaixo quem tem direito à vacina nos postos de saúde:

- portadoras de doença crônica

- idosos

- crianças a partir dos seis meses e com menos de 5 anos

- gestantes

- mulheres que tenham tido filhos há pelo menos 45 dias

- professores

- indígenas

- trabalhadores da saúde

- adolescentes e jovens de 12 a 21 do sistema socioeducativo

- detentos

- funcionários do sistema prisional

Prevenção

Com prevenção à gripe, a Dive recomenda lavar as mãos com frequência e evitar ambientes fechados com aglomeração de pessoas.

O órgão também orienta que sejam mantidos limpos com álcool objetos e superfícies que tenham contato direto com mãos, como mesas, teclados, maçanetas e corrimãos e que não sejam compartilhados objetos de uso pessoal, como copos e talheres.

Também é necessário manter limpos com álcool objetos e superfícies que entram em contato frequente com as mãos, como mesas, teclados, maçanetas e corrimãos, além de não compartilhar objetos de uso pessoal, como copos e talheres.

OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711