37 anos.png
37 anos.png
  
CORONAVÍRUS

Entenda quais são os eventos permitidos em Curitibanos

Campeonatos esportivos seguem com medidas restritivas; bares seguem com horário normal de funcionamento

Por William Dias


Indústria e Comércio segue com medidas restritivas (Foto: Arquivo A Semana) /

De acordo com a delegada regional de Polícia Civil Roxane Fávero Pereira Venturi, o horário de atendimento em vigor no município é o previsto no decreto de 2015, que estabelece horário de funcionamento para bares até as 22 horas, bares com cozinha, restaurantes e lanchonetes até à 1 hora e casas noturnas até as 4 horas. Em Curitibanos são permitido shows com música acústica. "A fiscalização dos estabelecimentos está acontecendo conforme a possibilidade do quadro de funcionários, hoje na delegacia cinco funcionários estão afastados, isso representa mais de 20% do quadro de efetivos" ressalta a delegada. 

Roxane esclarece que as portarias 710 e 821 que dispõem sobre a realização de eventos sem cobrança de ingressos. "As portarias permitem esse tipo de evento desde que seguindo as medidas estipuladas." Os eventos desta forma estão permitidos com 30% da capacidade do local quando o mapa de risco indica a cor laranja, no amarelo 50% da capacidade e no azul 70% da capacidade do local.

Os eventos com cobrança de ingresso estão proibidos no mapa de risco vermelho e laranja. Mapa de risco amarelo e azul estão permitidos. 

A delegada orienta para que organizadores de eventos não façam divulgação de programações antes do mapa de risco da semana ser divulgado.  

>>> Autoridades alertam para alta em casos de Covid-19 em Curitibanos

Atividades esportivas

Com duas competições esportivas acontecendo no município, o prefeito interino Roque Stanguelin garante que as programações dos jogos da Copa Regional dos Campeões, no Estádio Municipal Wilmar Ortigari (Ortigão), e do Indústria e Comércio, no Ginásio Municipal Onofre Santo Agostini (Onofrão), continuam sem a presença de torcida, aglomerações de equipes e com cuidados preventivos entre atletas. "As atividades esportivas serão mantidas, os atletas estão seguindo as recomendações da vigilância sanitária, estamos seguindo as mesma orientações da FIFA e CBF" ressalta Roque.

O que diz o Corpo de Bombeiros

O major do Corpo de Bombeiros Willian Leal diz que o índice de ocorrências teve uma queda no início da pandemia, mas em outubro já supera o número de ocorrências do mesmo período do ano anterior. "Tivemos problemas com insumos como luvas e mascaras no início do ano, não chegou a faltar mas devido à alta nos preços deixamos de fazer alguns investimentos para suprir essa necessidade" diz.

Os procedimentos para a prevenção do contagio da Covid-19 são feitos uma vez por semana nas viaturas. "Cuidamos muito com a assepsia da viatura, usamos a máquina de vapor de ozônio, no mínimo uma vez por semana, para evitar um possível contagio" ressalta.

Segurança

O Chefe de Operações da Policia Militar, tenente Vitor da Silva Souza ressalta sobre o afrouxamento nos cuidados preventivos entre a população. "Percebemos o relaxamento por parte da população em relação aos cuidados, as pessoas se veem no direito de não usar a máscara" comenta. De acordo com o policial, o número de ocorrências por perturbação subiu mais de 30% em relação ao ano passado e mais de 60 pessoas já foram notificadas por não usarem máscaras. "Temos uma fiscalização muito efetiva, mas não somos onipresentes. É preciso ser mais consciente" ressalta tenente Vitor.





OculoseCia.gif
Conexão master site.png

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711