37 anos.png
37 anos.png
  
ESTADO

Casos de Covid-19 em SC chegam a 693; governo deve anunciar novas liberações no sábado

Para auxiliar na fiscalização, Secretaria de Saúde vai publicar portaria que obriga os estabelecimentos a informarem as regras de proteção à doença

Por RCN


(Foto: Reprodução)/

O governo do Estado anunciou na noite de ontem (9) que o número de casos confirmados de Covid-19 em Santa Catarina chegou a 693. Além disso, já são 18 óbitos. 

O número de municípios com casos confirmados chegou a 78. A lista é liderada por Florianópolis (166), Blumenau (59), Joinville (49), Criciúma (37) e Itajaí (34). 

O governador Carlos Moisés da Silva disse que o Executivo deve fazer anúncio de novas liberações de aberturas amanhã (11). A tendência é que os setores contemplados sejam autorizadas a funcionar a partir de segunda-feira (13). 

O grupo que gerencia a crise estuda a abertura do comércio em geral. O tema já foi autorizado pela equipe que discute o impacto econômico, mas ainda precisa do sinal verde da Secretaria de Saúde.

Segundo o Executivo, a principal preocupação é com a forma com que os setores voltarão à ativa. O grupo quer estabelecer regras específicas para alcançar o que governador chama de "convívio seguro com o vírus".

Recentemente, o governo autorizou o retorno à atividade de profissionais liberais e autônomos, construção civil, e comércio e serviços ligados ao setor automotivo. 

Apesar do indicativo de abertura do comércio, ainda estão suspensas as aulas na rede pública e privada de ensino, os eventos de qualquer natureza, como missas e cultos, e a permanência em parques, praças e praias. 

"O fato de liberar determinada atividade não significa que o governo está incentivando você a frequentar determinados ambientes ou necessariamente ter que ir nesses locais. Se você pode, fique em casa. Se forem [sair], vão a estabelecimentos com regramentos. Aqueles que não tem, denuncie", afirmou Moisés. 

"As liberações estão sendo realizadas, que na verdade não são liberações, são autorizações condicionadas de funcionamento. Quando as pessoas estão na rua, estão se arriscando. Quando eu me exponho menos a possibilidade de contágio, melhor vai ser o resultado", disse o secretário de Saúde, Helton de Souza Zeferino.

Zeferino disse ainda que a pasta vai publicar uma portaria que obriga todos os estabelecimentos a publicizarem em local visível ao público as regras indicadas para aquela atividade. O objetivo é que clientes e colaboradores sigam as recomendações com maior eficiência e também auxiliem na fiscalização. 

OculoseCia.gif
Conexão master site.png

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711