ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  

Alerta para acidentes com animais peçonhentos

06 Janeiro 2019 08:58:00

Rubiane Lima


SEGURANÇA. Animais encontrados em trilhas são devolvidos ao habitat. (FOTO: DIVULGAÇÃO ELITE RADICAL)

Janeiro iniciou e, com ele, o aumento nas temperaturas, o que também reflete no aumento de animais peçonhentos. No último mês, 67 pessoas foram atendidas no Hospital Hélio Anjos Ortiz vítimas de picadas de animais venenosos.  

Acidentes desse tipo, envolvendo cobras, aranhas e escorpiões, podem provocar ferimentos e até a morte, em casos mais graves. Por isso, o Corpo de Bombeiros indica algumas medidas preventivas nas residências. Entre elas, evitar acúmulo de lixo e entulho, manter jardins e terrenos limpos, aparar o gramado e recolher as folhas caídas, colocar lixo em sacos plásticos e fechar corretamente, vedar aberturas da casa, como soleiras de portas e ralos, examinar roupas, calçados, toalhas e roupas de cama antes de utilizar, evitar andar descalço e usar luvas de proteção ao trabalhar com materiais estocados.

Em caso de picadas, o ideal, segundo os bombeiros, é lavar o local do ferimento com água e sabão, manter a vítima em repouso absoluto, remover anéis, pulseiras, braceletes e outros adornos, oferecer água, elevar o local afetado e levar a vítima ao pronto-socorro o mais rápido possível, de preferência, levando o animal responsável pelo ferimento, para facilitar o atendimento da ocorrência. Para tirar dúvidas, o Centro de Informações Toxicológicas de Santa Catarina pode ser consultado pelo telefone 0800-643-5252.


TRILHAS

Com o calor e momentos de maior contato com a natureza, em trilhas, cachoeiras e rios, é preciso atenção para que a diversão não se transforme em incômodo. Thaís Goetten, integrante do grupo Elite Radical, de Santa Cecília, explica que, antes de fazer qualquer trilha com o grupo, o fundador Miguel Bernardino Macedo (Peco) faz a limpeza e vistoria do trajeto, para que ninguém corra o risco de encontrar alguma cobra ou aranha. "Quando os animais são encontrados, nós os devolvemos para seu habitat, de forma que não se machuquem nem representem risco para quem passar pelo local", esclarece. Além disso, ela recomenda que as pessoas estejam vestidas adequadamente e com calçados fechados para evitar picadas.

ORIENTAÇÕES

ARANHAS - As mais perigosas são a armadeira e a marrom. Para iniciar imediatamente o tratamento, o ideal é levar a aranha junto à emergência. Para diminuir a dor, é aconselhável uso de compressa morna.


ESCORPIÕES - Dor imediata, inchaço, rubor e calor no local. Para diminuir a dor, pode-se usar compressa morna, até que seja feito o atendimento médico.


COBRAS - Seguir imediatamente para emergência, pois algumas espécies podem levar à morte. Dor imediata e não há como diminuí-la antes do atendimento médico.


VESPAS - Sensação de formigamento nos lábios e nos dedos, inflamação e ardência, tonturas leves. A orientação é não movimentar a área afetada, lavar com água e sabão, passar um antisséptico e, se necessário, tomar um analgésico para aliviar a dor.




OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711