Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

Ex-namorado é indiciado por morte de designer com tiro na cabeça

04 Agosto 2018 10:25:00

Joana Caldas, G1 SC


Everton foi preso na manhã desta sexta-feira em Blumenau (Foto: Beto Espercot/NSC TV)


A Polícia Civil de Blumenau, no Vale do Itajaí, indiciou nesta sexta-feira (3) pelos crimes de feminicídio e violação de domicílio Everton Balbinot de Souza, de 30 anos, por invadir a casa da ex-namorada Bianca Mayara Wacholz, de 29 anos, em julho, e matá-la com um tiro na cabeça. Ele foi preso preventivamente dois dias após o assassinato.

A defesa de Souza afirmou que não vai se manifestar antes de ter acesso à conclusão do inquérito policial.

O crime aconteceu na casa da mãe dela, no bairro Itoupava Central, em 25 de julho. Testemunhas contaram que Everton pulou o muro e invadiu a casa. Ela tentou correr, mas foi morta no banheiro. O relacionamento da designer de moda com o motorista de aplicativo durou pouco mais de um ano.

De acordo com o depoimento das testemunhas à polícia, Everton ligou para o pai dele e confessou o crime. Durante o interrogatório na delegacia, porém, ele permaneceu calado, conforme o delegado David Sarraff.

No inquérito, a polícia pediu a manutenção da prisão preventiva do suspeito. "Houve indícios de que a intenção dele era empreender fuga, ele deixou o veículo abandonado. Além disso, ele pode ser uma ameaça a testemunhas e à família da vítima. Ele não entregou a arma do crime, nem disse onde está. Mostrou que não tem interesse em colaborar com as investigações", afirmou o delegado.



Designer de moda foi morta com tiro na cabeça (Foto: Reprodução/NSC TV)

Vítima

Bianca era feminista e voluntária em um grupo que ajuda mulheres vítimas de violência. Ela pintou uma imagem de Frida Kahlo, pintora mexicana ícone feminista, em um espaço colaborativo de uma Organização Não Governamental (ONG). No dia seguinte ao crime, haveria uma reunião da ONG e a vítima tinha intenção de participar. Uma vigília foi feita pelas companheiras de grupo.

Quinze dias antes do homicídio, ela decidiu voltar a morar com a mãe, mas Everton não teria aceitado a separação.

OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711