ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  
POLÍCIA

Autor de tentativa de feminicídio é preso em Curitibanos

Acusado foi encaminhado ao presídio de São Cristóvão do Sul

Por AS


(Foto: Divulgação) /

Foi preso preventivamente, no início da tarde de hoje (9), JLSP. O homem é acusado de tentar assassinar a tiros a ex-companheira, na  madrugada do dia 28 de julho, na Avenida Leoberto Leal, próximo ao portal de acesso a Curitibanos. 

O acusado foi encaminhado ao presídio regional de São Cristóvão do Sul, onde permanecerá à disposição da justiça.

Com o crime, a vítima dos disparos perdeu uma visão.  A mulher recebeu atendimento médico no Hospital Hélio Anjos Ortiz, foi transferida para Florianópolis e já recebeu alta. Ela foi ouvida pela Polícia Civil de Curitibanos na última quarta-feira (7). 

O crime 

J, O ex-companheiro da mulher, de 24 anos, atirou cinco vezes contra ela e a feriu com três disparos na testa, pescoço e ombro.

A vítima, CLS, foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros, encaminhada ao Hospital Hélio Anjos Ortiz e depois transferida para atendimento médico em Florianópolis. De acordo com boletim médico, a mulher perdeu uma visão e sofreu fraturas na face.

Logo após o crime, ainda por volta das 4h30' de domingo, a Polícia Militar realizou rondas próximo ao local, perto do portal de acesso a Curitibanos pela Avenida Leoberto Leal, mas não localizou o suspeito. Três dias após o crime o autor dos disparos, JLSP , de 27 anos, confessou a tentativa de feminicídio contra a ex-companheira na Delegacia de Polícia Civil de Curitibanos.

 Para a Polícia, J justificou a ação dizendo que possui três filhos com a vítima e na tarde do dia dos disparos  havia entregado certa quantia em dinheiro para a ex-companheira e, por isso, não gostou de ver ela acompanhada por um grupo de amigos, saindo de uma festa, no  fim de semana. Segundo relatos das testemunhas, C voltava de uma boate às margens da BR-470, quando o carro em que estava ficou sem combustível. Enquanto ela e amigos esperavam por socorro, o ex-companheiro passou pelo local, a reconheceu e os dois passaram a discutir, o autor do crime ainda teria agredido a vítima com socos e uma rasteira.

Na delegacia, o acusado confirmou a história e ainda afirmou que foi em casa, buscou a arma calibre 32, retornou ao local onde estava a ex-mulher e então atirou cinco vezes contra ela. Dois disparos travaram e outros três atingiram a vítima. A delegada da Delegacia de Proteção a Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami), Brícia Carolina Costa e Rosa adiantou que o homem deve responder pelo crime de tentativa de feminicídio premeditado por motivo fútil. Ainda na delegacia, o autor dos disparos disse ter jogado a arma em um matagal próximo ao local do crime, logo após os disparos. As autoridades fizeram buscas pelas proximidades, inclusive com detector de metal, e arma ainda não foi encontrada.




OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711