ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  
CURITIBANOS 150 ANOS

'Temos um ritmo de crescimento visível no Estado', afirma Dudão

11 Junho 2019 09:53:00

Prefeito de Curitibanos relata suas lembranças e avalia o município

Tatiana Ramos


?Estamos preparando a cidade para crescer?, afirma prefeito Dudão (Foto: Tatiana Ramos) /

Em seu segundo mandato como prefeito de Curitibanos, José Antônio Guidi (Dudão) acompanha de perto e atentamente o crescimento da cidade. Em entrevista ao "A Semana", ele relata suas lembranças da infância em Curitibanos e avalia o desenvolvimento do município.

A Semana - Quais suas primeiras lembranças de Curitibanos?

José Antônio Guidi - Lembro de ser uma cidade muito boa para morar, pacata. Também lembro que chegamos a ter 170 serrarias, havia um grande mercado de exportação de madeira. A área do município era bem maior, mas a população era menor. As famílias eram grandes, com cinco, seis filhos, e as reuniões aconteciam em casa, o contato com a família era mais intenso. Havia um grande respeito pela família, pelos vizinhos, a figura do professor era uma autoridade. Na época, a presença de autoridades políticas na cidade, que hoje é rotineira, era uma grande alegria e um momento muito importante.

AS - Como avalia a evolução da cidade desde essa época?

JAG - Acredito que a própria colonização de Curitibanos impediu que a cidade evoluísse mais rápido. Os grandes fazendeiros foram importantes, foram eles os responsáveis pela formação da cidade, mas era um grupo muito fechado. A cidade só começou a ter uma nova perspectiva quando a própria população entendeu que dependia dela o desenvolvimento, começou a cobrar mais investimentos, lembrar ao governo do Estado que ele tinha uma dívida a ser resgatada com Curitibanos e avalio que funcionou, porque ganhamos investimentos em asfaltos, hospital, a própria SDR, que teve sua importância para a cidade. Então, vejo que a evolução foi lenta no passado, mas acelerou quando a cidade começou a se impor. Hoje, temos um ritmo de crescimento visível no Estado.

AS - Como surgiu seu interesse em contribuir com a cidade através da política?

JAG - Venho de uma família de políticos, meu pai foi político no Rio Grande do Sul e a família sempre foi muito atuante em Curitibanos também. Sempre estive envolvido nesse meio e sempre participei do MDB. Então, foi uma coisa natural que meu nome acabasse sendo lançado em uma eleição. Fui o vereador mais votado e, depois, como servidor municipal, vi de perto as necessidades e dificuldades da cidade. Com mais de 30 anos de trabalho, sabia que estava pronto para ser prefeito e contribuir mais, apresentar soluções para os problemas da cidade.

AS - E que marca deseja deixar para a cidade?

JAG - Quero deixar a marca de um governo realizador. E que conseguiu realizar porque foi responsável, honesto e presente. Acredito que o relacionamento com a população deve acontecer em todos os níveis, para que seja possível conhecer as diferentes demandas. Hoje, estamos preparando a cidade para crescer de forma organizada, urbanizada, sem deixar favelizar. Para isso, estamos investindo em infraestrutura, mas também no trânsito, educação, saúde, no interior do município, em nossa economia.

AS - Ao imaginar um cartão postal de Curitibanos, que imagem vê como a que melhor representa a cidade?

JAG - Entre muitas, tenho duas imagens: o por-do-Sol com a Matriz e a imagem da Igreja Luterana. Mas também poderia colocar em um cartão-postal, uma imagem aérea, algo que mostrasse nossa natureza, nossos campos, o gelo do Inverno...

AS - Como descreveria Curitibanos para alguém que não conhece a cidade?

JAG - É uma cidade próspera, moderna, segura, que cativa; quem chega não tem mais vontade de sair.

AS - Que mensagem deixa para os curitibanenses nesse aniversário de 150 anos?

JAG - Vivi 60 anos de minha vida em Curitibanos, só saí para estudar, mas voltei. É aqui que quero viver o resto de minha vida, pois não trabalhei tanto para tornar a cidade melhor para, depois, virar as costas. Curitibanos é uma cidade fantástica, é a minha cidade.





OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711