37 anos.png
37 anos.png
  
barra números site 3.png
ENTREVISTA

SCS busca estabilidade econômica

Prefeita de São Cristóvão do Sul fala sobre realizações de 2019 e projetos para 2020

Por Claudia Sena


"Estamos trilhando um caminho para que o nosso município tenha visibilidade", avalia prefeita Sisi (Foto: Claudia Sena)/

Com a proximidade do fim do ano, o jornal "A Semana" faz uma série de entrevistas com autoridades municipais, regionais e estaduais, avaliando como foi 2019 para suas gestões. Essa reportagem foi feita com a prefeita de São Cristóvão do Sul Sisi Blind.

A Semana - Como foi o ano de 2019 para a Administração de São Cristóvão do Sul?

Sisi Blind - Apesar de ter sido bastante difícil, podemos fechar com saldo positivo, pois o nosso município, no ranking do Estado, permaneceu com uma boa classificação. Não tivemos queda em arrecadação, especialmente porque estamos construindo um caminho de diversificação, onde diversas empresas que se instalaram ou estão se instalando em SCS nos dão um diferencial no patamar econômico.

AS - Quais as principais ações realizadas neste ano?

SB - As principais ações foram voltadas à manutenção dos serviços essenciais. Além disso, podemos destacar a recuperação de 100% das pontes em estradas vicinais e a construção de casas populares. 2019 foi marcado pela elaboração do nosso grande projeto, de parceria público-privada, que é a construção do centro de eventos no Parque da Ovelha. Também temos a reforma total do Centro de Convivência, junto ao Centro de Saúde, com previsão de entrega ainda para este ano. São obras constituídas por recursos próprios, uma vez que, infelizmente, nosso município não foi contemplado com recursos estaduais nem federais em 2019.

AS - Que projetos estão na pauta do ano que vem?

SB - Temos algumas obras já em andamento e outras projetadas. Pretendemos trabalhar para que aquilo que a gente almejou possamos cumprir. Estaremos, ainda, reivindicando ao governo estadual outros projetos grandiosos, tanto na área da defesa civil, que é a questão da canalização de um córrego, quanto junto à Casa Civil, para pavimentação da estrada que liga à Penitenciária, com o desvio de caminhões por fora do centro da cidade.

AS - Ao chegar à reta final de seu mandato, é possível afirmar que todas as metas de governo foram ou serão alcançadas?

SB - Ainda não alcançamos todas as metas, mas, com certeza, estamos trilhando um caminho para que o nosso município tenha visibilidade e construa, cada vez mais, um alicerce bem fundamentado, tanto na economia quanto no cuidado com as pessoas. Com esse propósito, eu tenho certeza que fecharemos o mandato com chave de ouro.

AS - Como o ano eleitoral pode influenciar no andamento das ações de 2020?

SB - Muitas ações sofrem a influência do ano eleitoral, mas temos várias atividades que terão continuidade porque são fruto de ações que vêm acontecendo ao longo da gestão. Por esse motivo, diante do possível e da situação econômica, nosso objetivo é o de continuar fazendo tudo o que já estamos realizando há sete anos à frente do comando de SCS, com muita transparência e tranquilidade.

AS - O ano eleitoral pode resultar em mudanças na estrutura de governo?

SB - Independentemente de quem sair vencedor, haverá mudanças, mesmo sendo da equipe que já está no governo. Eleições estão aí justamente para promover mudanças e para dar a possibilidade à comunidade de fazer sua escolha.

AS - Quais as expectativas em relação ao orçamento municipal no ano que vem?

SB - Tenho certeza que será um ano de desafios. No entanto, com equilíbrio financeiro, nós continuaremos a navegar em águas tranquilas. Hoje, já temos um saldo positivo das empresas que estão instaladas na Penitenciaria, sendo que o movimento econômico dessas empresas é o segundo colocado em valor econômico no município, em relação ao montante do que se constitui o ICMS das empresas. Sempre, é claro, buscamos alavancar a economia e, por isso, em 2020, temos ainda o sonho de trazer efetivamente a empresa Alpha, que já está com o terreno adquirido, mas com dificuldades em relação a licença ambiental e projeto.

AS - Como foi a relação com os governos estadual e federal que iniciaram em 2019?

SB - A relação tem sido tranquila, sem maiores problemas. No entanto, sempre temos de lutar, porque muitos recursos estão em atraso, ou porque precisamos conquistar valores que já são de direito do município. Uma grande conquista foi a aprovação, pela Assembleia Legislativa de Santa Catarina, do percentual da assistência social como transferência automática de fundo a fundo, que sempre foi uma luta e, cada vez mais, víamos o recurso da assistência diminuindo e os municípios arcando com todos os gastos para manter as atividades. Esperamos que possamos ter mais tranquilidade nessa área.

AS - Considerações finais.

SB - Um novo ano se aproxima e, com isso, as esperanças de dias melhores se renovam. Desejamos a todos um ano de união, amor e muita luz. Um 2020 de mais tranquilidade, com menos violências, especialmente contra mulheres, crianças e idosos. Lutaremos para que nossas metas sejam cumpridas e o nosso mandato seja finalizado de forma a nos deixar ainda mais tranquilos e na certeza da missão cumprida.



OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711