37 anos.png
37 anos.png
  
TRÂNSITO

Pesagem dinâmica instalada na BR-116

Tecnologia instalada na região é pioneira no Brasil

Por Renata Westphal


Pesagem dinâmica monitora peso de veículos que trafegam na BR-116 (Foto: Divulgação / Arteris Planalto Sul)/

Com auxílio de avanços tecnológicos, o monitoramento dinâmico de pesagem de veículos de carga já uma realidade na região. A Arteris Planalto Sul, concessionária responsável pelo trecho da BR-116, instalou, nos km 150, em Santa Cecília, e 170, em Ponte Alta do Norte, modernas balanças dinâmicas que calculam o peso de carga de caminhões enquanto os veículos passam pela rodovia.

As balanças contam com um sistema de sensoriamento e detecção de veículos desenvolvido nos Estados Unidos. Além dos sensores de peso, os equipamentos também possuem marcadores eletrônicos de velocidade e câmeras que auxiliam a fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) em tempo integral. Com acesso ao sistema, quando surgir um alerta de excesso de peso, a PRF pode realizar a abordagem do veículo indicado e realizar pesagem de precisão, na balança, para verificar excesso de peso bruto total (PBT).

O sistema lê as placas dos veículos comerciais, para identificar excesso no peso, e também faz a contagem automática dos eixos. Apesar de os equipamentos estarem instalados na rodovia, não há impacto no fluxo do tráfego. "Estamos trabalhando em conjunto com a ANTT e o Inmetro e nossa expectativa é que esse sistema de pesagem, pioneiro no Brasil, seja homologado em breve, de acordo com a legislação vigente no controle e fiscalização de peso", destacou o gerente de operações da Arteris Planalto Sul José Júnior, acrescentando que a balança dinâmica também foi instalada nos trechos de Mafra e Campo do Tenente (PR) na BR-116.

Punição

Além de caracterizar infração passível de multa, trafegar com excesso de carga danifica o pavimento da pista e reduz a vida do veículo, fatores que aumentam o risco de acidentes. A punição para quem não respeita o limite de peso é multa no valor de R$ 130,16 e retenção do veículo para o transbordo da carga excedente.

Além disso, a cada 200 quilogramas, ou fração, de peso acima do permitido, são acrescidoa à multa valores progressivos: até 600 kg de excesso, R$ 5,32; a partir de 601 kg até 800 kg, R$ 10,64; a partir de 801 kg até 1.000 kg, R$ 21,64; a partir de 1001 kg até 3.000 kg, R$ 31,92; a partir de 3.001 kg até 5.000 kg, R$ 42,56.

Confira os pesos permitidos para cada modelo de caminhão


OculoseCia.gif
Conexão master site.png

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711