35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

Itália e Malta barram desembarque de imigrantes; Espanha diz que vai recebê-los

11 Junho 2018 14:29:00

G1


Foto de 9 de junho mostra imigrantes sendo resgatados pela tripulação do barco Aquarius, que faz buscas e resgates no Mar Mediterrâneo (Foto: Karpov/handout via Reuters)

A Itália e Malta barraram no domingo (10) o desembarque de um navio de uma ONG com mais de 600 imigrantes resgatados no Mar Mediterrâneo. Diante da recusa dos dois países, a Espanha afirmou que pode abrir seus portos.

O Aquarius, fretado pela ONG SOS Méditerranée, resgatou no sábado (9) 629 migrantes, incluindo sete mulheres grávidas, 11 crianças pequenas e 123 menores de idade sem responsáveis. Desde então, a embarcação está em 'stand-by' no mar, perto de Itália e Malta.

O novo ministro de Interior da Itália, Matteo Salvini, líder do partido de extrema-direita Liga (antiga Liga Norte), afirmou no domingo que "a Itália começa a dizer 'não' ao tráfico de seres humanos" e à imigração ilegal.

"A partir de agora, a Itália também começa a dizer 'não' ao tráfico de seres humanos. 'Não' ao negócio da imigração clandestina. Meu objetivo é garantir uma vida serena a essas crianças da África e aos nossos filhos na Itália", declarou Salvini.

Ele enviou uma carta urgente às autoridades maltesas na qual explica que o navio está a 43 milhas de Malta, por isso, este país tinha a obrigação de receber o desembarque. Continue lendo aqui.


OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711