37 anos.png
37 anos.png
  
banner-ki-sbaor.png
ECONOMIA

Incentivo para agricultura familiar

Mercado Público deve abrir no primeiro trimestre de 2020

Rubiane Lima


Produtores interessados em usar box para venda, devem entrar em contato com a Secretaria de Agricultura até o dia 11 de novembro. (FOTO: RUBIANE LIMA)

Orçadas em quase R$ 3 milhões, as obras do Mercado Público de Curitibanos seguem em sua reta final. Na última terça-feira (29), foi realizado o primeiro encontro com os produtores, a fim de tirar dúvidas de como será o funcionamento do local, que tem por objetivo ampliar a oportunidade de venda da agricultura, além de oferecer espaço adequado para incentivo comercial e de divulgação da cultura curitibanense. Os agricultores participantes receberam ficha de cadastro provisório, que deverá ser entregue até o próximo dia 11, para que a Administração saiba quantas pessoas estão interessadas nos espaços. 

Para o prefeito José Antonio Guidi (Dudão), o Mercado será um local de intercâmbio entre a população e os agricultores, uma vez que o acesso ao que é produzido em Curitibanos será facilitado. "O consumidor terá sempre o produto fresco e de ótima qualidade, incentivando o nosso produtor. Vejo essa construção como ponto de partida para um ciclo virtuoso e muito bom", declarou.

A Administração Municipal pretende fazer do Mercado Público um espaço de convivência para a população, onde serão oferecidos serviços e produtos próprios de feiras livres. O projeto prevê uma praça de alimentação, comércio de frutas, verduras, lacticínios, embutidos, vinhos, sucos, geleias, flores, mudas, temperos, peixes, congelados, artesanato, confeitaria e outros produtos que fortaleçam a economia local.

Segundo o secretário de Agricultura Luiz Fernandes Popinhak França (Karinha), o objetivo é que a construção seja finalizada até dezembro, para que, nos meses seguintes, possam ser mobiliados os boxes. "Queremos que tudo esteja funcionando no primeiro trimestre de 2020. Até o momento, são 24 boxes, mas alguns poderão ser conjugados, como na praça de alimentação, mas só saberemos quando a construção for entregue", explicou. Além dos espaços para venda de produtos, o secretário destacou que, no vão central da estrutura, haverá ambiente com palco para apresentações artísticas locais.

Karinha adiantou que, para os produtores rurais do município, não haverá custo de aluguel, somente taxa de condomínio. Para exploração comercial dos boxes que restarem, será cobrado aluguel em preço de mercado. "Teremos um administrador responsável por essas cobranças, por fazer que todos sigam as regras e horários, mantendo a ordem no ambiente", reforçou.

ESTRUTURA

O Mercado Público conta com dois pavimentos, com área construída de 1.994,80 metros quadrados, 24 boxes com média de 35 metros quadrados, além de vão central de 373,42 metros quadrados para realização de eventos. O Mercado está localizado ao lado do Terminal Urbano, com entrada pela Rua Vida Ramos.


OculoseCia.gif
Conexão master site.png

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711