ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  
SEGURANÇA

Alerta para riscos na água

Atividades em cachoeiras, açudes e piscinas exigem cautela

Por Renata Westphal


Corpo de Bombeiros dá dicas de prevenção para acidentes aquáticos (Foto: Divulgação)/

A aproximação do Verão e das temperaturas mais intensas alertam a população para os perigos das atividades que unem refresco e diversão.

No início da temporada de Primavera/Verão 2020, uma pessoa morreu afogada na região de Curitibanos. Em outubro, Claudinei Chinaider, de 37 anos, morreu afogado na Cachoeira do Gel, no interior de Ponte Alta do Norte. Ele nadava no poço da cachoeira quando mergulhou e não retornou à superfície.

Para prevenir acidentes aquáticos, a população deve ficar atenta aos cuidados que devem ser tomados. O Corpo de Bombeiros destaca que o ideal é não mergulhar de cabeça ou de "ponta" e, sim, entrar na água em pé. Em hipótese alguma, crianças devem ficar sozinhas na água e, em piscinas, o ideal é que brinquem a apenas um braço de distância de um adulto. Também deve-se evitar entrar na água após ter ingerido bebida alcoólica. Em caso de acidente com mergulho, é necessário imobilizar a cabeça do acidentado e chamar o Corpo de Bombeiros, imediatamente, pelo 193.

Vítimas 

A última temporada de Verão foi trágica na região. Entre novembro de 2018 a janeiro deste ano, quatro pessoas morreram afogadas.

Em novembro do ano passado, Claudionei Oliveira de Souza, de 21 anos, morreu afogado na barragem do Ubatã, em Santa Cecília, e seu corpo foi resgatado horas depois pelo Corpo de Bombeiros. No mês seguinte, o curitibanense Raul Pires de Lara, de 22 anos, nadava com um amigo em um açude de Brunópolis, quando se afogou. Também em dezembro, Estefane Kauane Abreu, de 9 anos, morreu afogada quando brincava em um parque aquático de Curitibanos. A Polícia Civil abriu inquérito para apurar responsabilidades.

Neste ano, foram duas mortes por afogamento. Em janeiro, Edson Mello Leão, de 22 anos, morreu afogado em uma cachoeira no Cartão Sbravatti, interior de Curitibanos, e seu corpo foi encontrado a uma profundidade de seis metros. Em outubro, Claudinei Chinaider, de 37 anos, morreu afogado na Cachoeira do Gel, no interior de Ponte Alta do Norte.

Dicas

 - Se notar que está sendo arrastado por uma correnteza, mantenha-se calmo e tente acenar ou gritar por socorro enquanto nada transversalmente (para o lado, em vez de para o raso)

- Não tente salvar pessoas vítimas de afogamento sem estar habilitado: lance algum objeto que ajude a vítima a flutuar e acione o guarda-vidas ou a emergência pelo telefone 193

- Antes de mergulhar, certifique-se da profundidade



OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711