35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

Homem envolvido em acidente com morte de mulher em Florianópolis é preso por furto de energia no RS

12 Janeiro 2018 00:01:00

Por RBS TV e G1 RS


 Polícia indica que ligações clandestinas de energia tinham como objetivo a diminuição na conta de luz. Três homens foram presos na ação (Foto: Divulgação/Polícia Civil) 

A Polícia Civil prendeu três pessoas na tarde da quinta-feira (11) por envolvimento em furto de energia elétrica em Araricá, no Vale do Sinos. Segundo a polícia, um dos presos, Jeferson Bueno, é o homem que atropelou três pessoas na virada do ano de 2017, em Florianópolis, Santa Catarina. Uma mulher morreu e um homem perdeu as pernas na ocasião. Bueno responde a esse processo em liberdade.

Segundo a Polícia Civil, Bueno é o administrador da metalúrgica, onde foram encontradas ligações clandestinas. Segundo a delegada do caso, Marina Goltz, o objetivo do grupo era pagar menos pela conta de luz.

O G1 tentou contato com o advogado de Jeferson, mas não foi atendido.

A polícia descobriu o crime em Araricá a partir de uma informação passada por funcionários de uma companhia de energia elétrica sobre constantes ameaças ao tentar fiscalizar a metalúrgica. A última fiscalização foi acompanhada por policiais à paisana, que flagraram um homem tentando intimidar a equipe de técnicos.

A polícia fez a abordagem e encaminhou os envolvidos à Delegacia de Polícia de Repressão a Crimes contra o Patrimônio de Serviços Delegados (DRCP) do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), em Porto Alegre.

Os outros dois homens ainda não tiveram os nomes divulgados. Um deles seria o proprietário do estabelecimento, e o segundo seria o responsável por intimidar os funcionários da companhia de energia. Ele responderá por porte de arma fogo de uso restrito. A polícia suspeita que ele também seja o responsável por fazer essas ligações clandestinas, mas isso ainda será investigado. O inquérito deve ser concluído em até 10 dias.

Relembre o caso de Florianópolis

Jeferson Bueno dirigia um Camaro, no bairro dos Ingleses, em Florianópolis, por volta das 3h do dia 1ª de janeiro de 2017, quando atingiu dois casais. Cristiane Flores morreu no hospital e seu esposo, Nilandres Lodi, perdeu as duas pernas. Eles moravam em Santa Catarina, onde tinham uma loja. O outro casal teve ferimentos.

Natural de Passo Fundo, Nilandres voltou para casa da família após o acidente, já que precisa de auxílio em função da perda de suas pernas. Ele e Cristiane tiveram dois filhos. No fim do ano passado, amigos organizaram uma campanha de arrecadação para juntar fundos e ajudar Nilandres. Em novembro, o homem ganhou próteses para conseguir voltar a andar.

Jeferson Bueno abandonou o carro e fugiu sem prestar socorro. Ele responde em liberdade a processo por homicídio qualificado no Tribunal de Justiça de Santa Catarina, após pagar fiança de mais de R$ 70 mil. Segundo a Polícia Civil, Bueno tem outros antecedentes, por porte ilegal de arma e desacato.


Nilandres já usa as próteses para voltar a andar. Ele ficou viúvo de Cristiane e cria os dois filhos do casal, em Passo Fundo, no Rio Grande do Sul (Foto: Reprodução / RBS TV) 


OculoseCia.gif
ConexaoMaster.gif

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711