ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  
NATAL 2018

Na magia do Natal

21 Dezembro 2018 14:01:00

Desde criança, Conceição aguarda ansiosa pela data, quando decora toda a casa e gosta de receber amigos e familiares

Rubiane Lima


(Foto: Rubiane Lima) /

"Os detalhes são o que mais demonstram o carinho que sentimos uns pelos outros". A afirmação é Maria Conceição Farias de Liz, que, durante todo o ano, busca decorar sua casa nas datas especiais para receber sua família e amigos. Com a proximidade do Natal, ela já cuidou dos detalhes para que todos sejam bem recebidos e o sentimento de carinho e amor prevaleça nesta época.

Natural de Lages, Conceição é moradora de Curitibanos há mais de 20 anos. Servidora pública aposentada, ela é voluntária do Clube de Mães da Apae, onde dá aulas de artesanato e participa da fabricação de produtos para doação.

Vinda de uma família de oito irmãos, Conceição lembra que o Natal sempre foi o mais tradicional possível em sua casa, com participação na Missa do Galo e ceia à meia-noite, para, só depois, abrir os presentes. "Nós esperávamos ansiosos pelo Natal, era uma data para reunir todo mundo, trocar presentes, um momento de grande felicidade", relata.

Crescendo com esse espírito natalino todos os anos e ensinada pelos pais a ter amor pela data, Conceição tem a tradição natalina como algo natural em sua vida. Depois de casada com Ardenilvio Lemes de Liz, manteve o desejo de decorar a casa e reunir as pessoas. Quando se aposentou, precisou passar por uma cirurgia na coluna e, mesmo precisando de repouso, não gostava de ficar sem nenhuma atividade, por isso, buscou por aulas com Dalva Ronsani, aprendendo a fazer patchwork e trabalhos manuais.


(Foto: Rubiane Lima) /

Conceição lembra que sua mãe a ensinava muitas coisas e que, na infância, começou costurar, fazendo roupas para suas bonecas. Desde então, o artesanato entrou em sua vida para ficar e, hoje, tudo o que há de decoração em sua casa foi fabricado por ela. "Minha mãe sempre nos mostrou que o saber de tudo um pouco seria importantíssimo para nossas vidas e, por isso, fui aprendendo várias coisas", afirmou.

Para ela, a época de Natal é quando tudo fica mais bonito, a energia é diferente e a alegria e paz estão mais presentes, mesmo com a correria comum do mês de dezembro. "Felizes daqueles que conseguem perceber este espírito natalino, que percebam que o sentido do Natal não está na troca de presentes, mas na esperança de que, presenteando alguém, seja capaz de fazer alguém mais feliz. Talvez este seja o verdadeiro sentido do Natal, tornar-nos sensíveis o suficiente para encontrar na alegria do outro, nossa própria alegria", explicou.

Mãe de Raphael e avó de Pedro e Miguel, ela recomenda que todos aproveitem o clima natalino para estar próximos de quem se ama, com pensamentos positivos, carinho e desejos de felicidade. "Que todos consigam viver este clima diferente que aquece e conforta a todos os corações", finalizou.

(Foto: Rubiane Lima) /



logo as5.png

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711