37 anos.png
37 anos.png
  
barra números site.png
VARIEDADES

Gosto para música desde criancinha

Apaixonada por música gaúcha, Ísis tem se destacado no mundo da gaita

Rubiane Lima


(Foto: Rubiana Lima) /

Incentivada pela família, a curitibanense Ísis Helena Mariah Ribas da Costa acaba de voltar de uma apresentação com o gaiteiro Renato Borghetti, em Barra do Ribeiro (RS). Com 10 anos, ela conta que a música faz parte do seu dia a dia e o objetivo é continuar ampliando seu repertório.

Seu pai José Henrique da  Costa lembra que a vida musical de Ísis iniciou após um almoço em seu sítio, onde estavam diversos gaiteiros e ele percebeu o interesse da filha. "Percebemos a inclinação dela para gaita e me chamou a atenção, porque era algo que sempre quis fazer, tocar gaita ou outro instrumento musical, mas nunca tive talento suficiente, principalmente com partituras, sempre achei muito difícil", revela. 

Depois de ganhar uma gaita de 80 baixos, de seu falecido pai, José Henrique passou o instrumento para Ísis, mas, como era muito grande, acabou comprando uma gaita ponto, que é melhor e facilitou o aprendizado da jovem. "A gaita do meu pai pesava 11 quilos e a Ísis não chegava aos 25 quilos na época. Poucas pessoas tocam gaita ponto, mas ela logo se adaptou e tem aprendido muito bem", comemora.

O aprendizado iniciou em Curitibanos, mas, após assistira uma apresentação da Fábrica de Gaiteiros, comandada por Renato Borghetti, Ísis decidiu que queria aprender e fazer parte do projeto, que também é desenvolvido em Lages.

(Foto: Rubiane Lima) /

Para realizar o sonho, ela precisou trocar de período na escola, passando a estudar pela manhã no 4º ano e à tarde, ter lições de gaita. "Eu toco todo dia, quase todo o meu tempo livre, pois é uma coisa que eu gosto de fazer e que me deixa muito feliz", afirma. Mesmo com pouco tempo de prática, ela já se apresentou no Núcleo Municipal Rotary, Semana Farroupilha, Rádio Maria Rosa, Sesc Lages, em aniversários e em Barra do Ribeiro, no Rio Grande do Sul. "A música agrega valores que vão além das melodias, com desenvolvimento em todas as áreas, aumentando a atenção, facilidade de aprendizado e de interação com as pessoas", avalia 

José Henrique. Além dele, a mãe Ana Rosa Ribas Ribeiro da Costa e o irmão Hiran Henrique Belchior Ribas da Costa estão apoiando a carreira musical de Ísis. "A música agrega família, amigos e é emoção. Às vezes, você está aborrecido, mas, com uma música, pode melhorar o humor. Além disso, é importante incentivar as vontades dos filhos e o seu desenvolvimento enquanto pessoa", declarou Ana Rosa.

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711