ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  
VARIEDADES

Família nos tatames

03 Junho 2019 10:45:00

Esporte sempre esteve presente na vida da família Antunes Moraes

Rubiane Lima


Desde crianças o judô faz parte da vida dos filhos de Kelli e Robson (Foto: Rubiane Lima) /

Superação de obstáculos, técnica e treinamento ininterrupto. Assim é a vida da família Antunes Moraes, que soma 30 medalhas conquistadas em campeonatos de judô e faz do esporte, uma verdadeira motivação para a vida.

Naturais de Curitibanos, Kelli Dolberth Antunes, de 31 anos, e Robson Manoel Moraes, de 32, são pais de Renata, 11 anos, Érica, 8 anos, Enzo Manoel, de 5 anos, e da pequena Paloma, de 3 anos, todos praticantes de judô na escolinha da Secretaria de Esportes e Lazer (Smelc), sob orientação do sensei Ladi Julian. Praticante desde os 9 anos, Robson vê no judô uma oportunidade de crescimento pessoal, com disciplina e aprendizado. Kelli conta que precisou começar a lutar escondido, pois sua família acreditava que judô não era esporte para menina. "Treinei escondida durante muito tempo, mas acabei me machucando e foi onde descobriram que eu estava praticando judô. Tive de ficar um tempo longe enquanto me recuperava, mas, depois, voltei a treinar e não parei mais", lembra.


O judô é o momento de união e diversão da família que treina todas as semanas com o sensei Ladi Julian (Foto: Rubiane Lima) /

Desmistificando a ideia de que luta é coisa somente de meninos, hoje, com três filhas, Kelli luta para que mais meninas possam praticar o esporte, por entender que é um dos responsáveis pelo desenvolvimento das crianças, independente de gênero. Segundo a atleta, o judô proporciona crescimento físico e mental, ajuda a superar os problemas do dia a dia, estresse e faz com que as pessoas realinhem-se para as lutas diárias.

Ela recorda que, com seu primeiro salário, na adolescência, conseguiu comprar o primeiro quimono, que guardou com carinho até poder usar em seus treinos. "Para a minha família, o judô é o nosso momento de lazer e união, pois gostamos de fazer as coisas sempre juntos e, nos tatames, é como se fôssemos um só, aprendendo, divertindo-se e passando momentos juntos", relata.

Desde 2017, todos os filhos estão treinando, já com conquista de medalhas em campeonatos. A caçula Paloma já acompanha a família e também começa a dar seus primeiros passos no judô, divertindo-se com os irmãos. Kelli revela que, na hora das lutas, seu coração de mãe parece que vai explodir, pois vê a dificuldade e o medo nos olhos dos filhos, mas também avalia que é um momento de aprendizado e que, no fim, todos sempre saem ganhando em conhecimento. "Buscamos sempre superar os limites que nos impomos e evoluir dentro do esporte. O judô nos proporciona evolução e recomendamos que todas as pessoas pratiquem e alcancem o desenvolvimento que estão buscando", conclui.

As aulas são oferecidas gratuitamente, através da Smelc, bastando fazer inscrição na secretaria.

(Foto: Rubiane Lima) /


Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711