37 anos.png
37 anos.png
  
barra números site 3.png
SAÚDE

Cuidados com a saúde no Verão

Saiba a melhor maneira de escolher protetor solar e óculos de sol


Foto: Rubiane Lima//Recomendação é fazer lentes de grau também escuras

As últimas semanas estão com calor acima da média em Curitibanos e região, exigindo maior cuidado para evitar problemas de saúde. Entre esses cuidados, estão o uso de protetor solar para evitar queimaduras de Sol e óculos de sol para proteção dos olhos. Na hora da escolha do protetor para pele, o farmacêutico Lucas Righes, da Farmácia Nossa Senhora Aparecida, ressalta que a pessoa deve estar atenta ao seu tipo de pele, optando por protetores com fator acima de 30. "Nesta época, aumenta consideravelmente a procura por protetor solar, com inovações a cada ano, como os produtos dermatocosméticos, que garantem a hidratação da pele, com preocupação estética e de saúde", explica. "Também há bastante procura de óleos bronzeadores, mas eles não proporcionam proteção para a pele, sendo usados somente para fins estéticos", destaca, revelando que os preços partem de R$ 14 e podem ultrapassar os R$ 100. Com a frequência cada vez mais intensificada do Sol, também é comum que as pessoas passem a usar mais óculos escuros, deixando de fazer dele apenas um artigo de estética para se tornar algo necessário para a proteção dos olhos. No entanto, para que a proteção seja efetiva, alguns cuidados devem ser tomados na hora da compra. Segundo, o proprietário da ótica Óculos & Cia Paulo Giusti, o principal cuidado deve ser na escolha das lentes, pois elas são as responsáveis pela proteção. "As pessoas escolhem pela armação, de acordo com seu gosto, mas a atenção maior deve ser dada para as lentes, para evitar problemas de visão", alerta. Na hora de escolher a lente ideal, ele recomenda uma com proteção contra os raios ultravioleta, lente polarizada, com um filtro que absorve o excesso de luz. Além disso, Paulo ressalta que é importante que as pessoas comprem seus óculos em estabelecimentos de confiança, onde terão a garantia de qualidade do produto, como em óticas, onde há equipamento para medir a proteção proporcionada pelas lentes. De acordo com o empresário, ao colocar óculos escuros, a pupila passa por um processo de dilatação, ficando mais sujeita aos raios de sol, que atingem diretamente a pupila, caso a lente não ofereça a proteção necessária, podendo causar danos à visão. Para quem usa óculos de grau, ele recomenda que também faça lentes escuras, que podem ser fabricadas com o mesmo grau.

Consequências

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Óptica (Abiótica), o uso de óculos escuros com lentes irregulares e sem proteção UV pode comprometer a visão da seguinte forma: - Os raios solares podem danificar a superfície ocular, causando pterígio, doença responsável pelo espessamento da conjuntiva (membrana que reveste a parte branca dos olhos), atrapalhando a visão - Os raios solares podem ainda afetar a córnea e o cristalino, aumentando em 60% as chances de adquirir catarata - A radiação também altera o filme lacrimal, que tem a função de proteger a córnea (membrana que envolve os olhos) das agressões do meio ambiente, provocando a síndrome do olho seco. Entre os principais sintomas do problema, estão, visão embaçada, desconforto e vermelhidão - Sem a proteção adequada, os altos índices de raios solares também podem atingir a parte interna do olho, estimulando a degeneração da retina. Pessoas de olhos claros têm mais propensão a ter esse tipo de problema - Lentes irregulares causam distorções na visão, provocando cansaço, dor de cabeça e até deformidade na superfície da córnea, tornando a visão desfocada para perto e longe.


Foto: Divulgação/Fator do protetor solar deve estar de acordo com o tom de pele

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711