Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

David Novak

07 Janeiro 2018 17:47:00




David Novak nasceu em Canoinhas, em 15 de dezembro de 1925, filho de Basílio Bransislava. Casou-se, em 24 de maio de 1947, com Hildegar, filha de Carlos e Cida Telles (origem alemã). Teve três filhos: David Novak Jr, Dicléia Novak e Diloê Novak.

Nomeado pelo governo do Estado, assumiu o cargo de chefe do Posto de Vigilância Sanitária em Curitibanos e prestou por anos os seus serviços. Formado em Ciências Econômicas pela Faculdade de Curitiba. Com sua capacidade administrativa e por possuir casa na cidade, desistiu de seu cargo na transferência para Lages.

Dotado de espírito progressista, dinâmico, austero, disciplinado e disciplinador, voltou suas vistas para o ensino secundário em Curitibanos, levando em consideração o progresso que o Município desfrutava. Em 1956, com outros abnegados, criou o curso noturno na preparação de alunos para exames do artigo 91, que no fim do mesmo ano rumavam a Curitiba na conquista do diploma do Curso Ginasial.

No mesmo ano, apoiado por pessoas de seu nível cultural, iniciou a criação da Escola Técnica de Comércio, vinculada ao Curso do Professor Oscar Holber. Em 1957, conseguiu a instalação de uma filial da Escola Técnica do Comércio do Instituto Kolber, no Ginásio Casimiro de Abreu, lecionando Matemática na mesma instituição de ensino.

Reuniu, em 14 de maio de 1958, Emiliano Pinho, Alderico Burtet, Paulo Londero Sperb, Walter Tenório Cavalcanti, Orizimbo Caetano da Silva, Ivan Dolberth, Juarez Pirajabas Furghieri, Ivone Terezinha Magalhães, Léo José Chies, Zulma Marodin e Maria de Lourdes Ferreira para fundação da Escola Técnica do Comércio Cardeal Câmara na Rua Barão do Rio Branco, reconhecida em novembro de 1960 e promulgada em 1961, com os cursos Técnico de Contabilidade, Técnico de Administração e Ginásio Comercial, sendo diretores, Emiliano Pinho, Aldérico Burtet e David Novak. A construção da sede foi outro sacrifício, mas, com apoio da sociedade, professores e alunos, o sonho realizou-se e tornou-se um colégio modelo, nas instalações e na disciplina.

David Novak iniciou nova batalha: a criação de uma faculdade em Curitibanos.

Preparou a papelada e enfrentou a burocracia; viajou batendo de porta em porta das autoridades competentes em Florianópolis, num processo moroso, e assim foram vários anos de penúria.

 As autoridades locais resolveram abraçar a causa: Hélio Anjos Ortiz, Onofre Santo Agostini, Felipe Abrahão Neto, Evaldo Amaral, Wilmar Ortigari, Ivo Peretto, Alcides De Carli, Paulo Henrique Kern, Renato Schmidt, Hans Werner Hackrdt, Reinaldo Assis Pellizzaro, Movimento Feminino Pró-Faculdade, bem como o empenho das entidades de classe. Todos em harmonia tiveram a cobertura do governador do Estado Antônio Carlos Konder Reis. Em 26 de junho de 1976, pela Lei Municipal nº 1229/76, foi criada a Faculdade de Ciências Contábeis de Curitibanos (Facc, depois Feplac, atual UnC), Na mesma data, pela Lei nº 1230/76, foram feitos os estatutos com base em 20 artigos e publicado em Diário Oficial do Estado em 6 de julho de 1976, sob o nº 10770.

 A Feplac realizou o vestibular de 9 a 12 de janeiro de 1977, no Colégio Secundário Casimiro de Abreu, com 50 vagas aos candidatos classificados, tendo como primeiros diretores Renato Schmidt, Hans Werner Hackrdt, Reinaldo Assis Pellizzaro e David Novak. As obras da sede própria iniciaram em 1978, em terreno doado por Ney Ortigari e Fernando Driessen, na Avenida Leoberto Leal, bairro Universitário Waldemar Ortigari. No mesmo ano, totalizava 94 acadêmicos em Ciências Contábeis, 53 alunos do 1º ano e 41 alunos do 2º ano.

David Novak faleceu em 10 de julho de 1998. Em leves traçosu não poderíamos esquecer nas Memórias Curitibanenses a atuação, o valor e a capacidade deste homem que foi o baluarte do ensino secundário, visando o bem de nossa comunidade e que deixou seu legado às gerações futuras.


JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711