Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

Colégio Santa Teresinha

12 Novembro 2017 17:14:00

Sebastião Luiz Alves


Frei Justino busca apoio do Bispo para interceder na autorização do departamento de instrução pública em Florianópolis, adjunto à casa religiosa, o funcionamento de um colégio, administrado pelas Irmãs da Sagrada Família. A primeira licença é expedida em 29 de setembro de 1932; a segunda, em 5 de novembro do mesmo ano.

No diário de Frei Justino Girardi informa a chegada das Irmãs da Sagrada Família em 1933: Felícia Greboge, Irene Wisnieska, Isadora Chanikoski. Meses depois, reforçada pelas Irmãs Gertrudes Chapieski, Amélia Ruvai e Florentina Suchla.

As irmãs assumem o Colégio Santa Teresinha (antigo Colégio Frei Rogério) e residem na velha casa de madeira da paróquia, a qual servia de internato, abrigava crianças do interior e da região.

As Irmãs, Frei Justino e o Prefeito Antônio Granemann de Souza pleiteiam junto ao Governo Estadual a criação de um Grupo Escolar, conseguindo o objetivo. O Grupo Escolar Arcipreste Paiva é inaugurado em 1 de março de 1934, sendo instalado provisoriamente no velho Teatro Municipal cedido pela Prefeitura. As Irmãs são nomeadas professoras do Estado, com a promessa de construir novo prédio no prazo de 10 anos.

Frei Roque Saupp, sucessor imediato de Frei Justino, consegue com o Bispo Daniel Hostim a transferência do Frei Hilário Zybarth, de Blumenau, excelente pedreiro, marceneiro e mestre de obra, que trouxe junto os auxiliares necessários para a obra. A Sede do Grupo Escolar Arcipreste Paiva é inaugurada em 14 de novembro de 1937 em terreno doado pela Prefeitura. As Irmãs ampliaram a velha casa de madeira que residiam e o Colégio, conforme as necessidades requeridas. Recebem novas freiras: Noêmia Skupim, Eduarda, Adalberta, Ângela, Leônia, Irene, Célia, Rosa, Anete e outras. Em 1951, inicia a construção da nova moradia; no término das obras recebeu o nome Internato Santa Teresinha.

Com a finalidade de suprir a demanda de alunos da cidade e da região, recebe várias ampliações nos seguintes anos: 1962, 1965, 1969, 1974, 1977, 1983, 1985, 1988, 1989, 1992 e outras obras para suprir a necessidade da instituição escolar.

O Colégio passou por diferentes denominações, por vezes, até superposta: Colégio Santa Teresinha (1933); Grupo Escolar Arcipreste Paiva (1934/1971) curso primário; Colégio Professor Egídio Abade Ferreira (1946/1966) curso complementar; Jardim de Infância Santa Teresinha (1957) particular; Colégio Normal Santa Teresinha (1962/1988) segundo grau; Escola Básica Arcipreste Paiva (1989/1991) primeiro e segundo grau; Colégio Estadual Santa Teresinha (1991) pré, primeiro, segundo grau. Atualmente nominado: Escola Estadual Básica Santa Teresinha, ensino fundamental e pedagogia (Noturno); Escola Santa Teresinha, pré e séries iniciais (Particular).

As Irmãs da Sagrada Família, gestores (as) temporários e professores (as) moldam o sistema de ensino curitibanense nesses 84 anos. Importante mencionar os demais funcionários, cada um em sua atividade, que mantêm a manutenção da instituição.


JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711