37 anos.png
37 anos.png
  
barra números site.png
EM PAUTA

Viver: com ou sem emoção?


O ano já começou com um alerta e com grandes expectativas. Por onde passo, as pessoas estão com a esperança lá em cima, acreditando que 2020 será "o ano". Sim, também acredito nisso. Parece que aquela escuridão que pairava no ar recebeu um pico de iluminação. Percebo que aqueles que estão ao meu redor realmente querem uma vida nova. Optaram por largar as amarras e tentar de novo. 

Vindo ao encontro de tudo isso, o primeiro mês é intitulado como Janeiro Branco, voltado ao cuidado com nossa saúde mental. De fato, o ano começou com boas expectativas, mas você reciclou tudo aquilo que trazia há muito tempo? Tirou as mágoas, rancores e frustrações do coração? Sempre me pego pensando nessas coisas e termino na mesma conclusão: em como a vida, mesmo que difícil, é tão bela.

(Foto: Divulgação) /

Não adianta me chamar de sonhadora ou coisa parecida. É preciso tirar a venda que colocaram em seus olhos, quando lhe rebaixaram, e acreditar em si mesmo, no potencial e futuro que pode ter. Estamos longe de ser iguais e jamais seremos, só que é necessário limpar o "lixeiro" que enchemos todos os dias. Costumo igualar nossos sentimentos a um lixeiro: se não o esvaziarmos, sendo conversando com alguém ou buscando ajuda profissional, uma hora, meus amigos, ele vai explodir. 

Nas últimas semanas, assistia alguns episódios daquela série "Black Mirror" e é assustador o fato de como a tecnologia influencia nosse estado de espírito mental. Vale a pena tirar uns minutos para refletir sobre o lado negro das telas. A mensagem de hoje é a seguinte: pare de ser mau consigo. Se precisar chorar ou rir escandalosamente, se solta. O tempo passa depressa. O mundo grita, todos os dias, "VIVA". Chega de ser superficial.

Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711