35anos barrra.png
35anos barrra.png
  
EM PAUTA

GAROTAS DE AÇO: HORA DE DESPERTAR

22 Outubro 2018 18:39:00

Por Franciele Gasparini


(Imagem: Divulgação) 

"O que torna as mulheres fortes é que temos coragem de ser vulneráveis, conseguimos sentir a profundidade das nossas emoções e sabemos que chegaremos até o outro lado. Você está na 'Jornada dos Heróis' de Joseph Campbell, e sim, existem pequenos obstáculos, mas você vai superar". A frase foi extraída de uma das cenas da série Supergirl, episódio 22 da segunda temporada, em que a personagem Cat Grant, jornalista e proprietária de um dos impérios da mídia em National City, desafia a repórter Kara Danvers a encarar suas fraquezas e superar desafios para alcançar suas metas. 

Acredito que boa parte das mulheres se sente como Kara Danvers nesse episódio, nutrindo os sentimentos mais mundanos de insegurança, resignação e tristeza, mas, aos mesmo tempo alimentando a força interior do poder feminino de lutar por aquilo que quer. Mulheres tem dessas coisas...independentemente do que aconteça mantemos viva a chama da Garota de Aço real que vive em cada uma de nós. Às vezes tímida, retraída, mas, guerreira e pronta sempre que o 'dever' chamar! 

Nesse Outubro Rosa percebi diversas montagens e memes fazendo alusão ao exame de toque das mamas. Nas imagens, as heroínas mais famosas dos quadrinhos também praticavam a prevenção. O interessante é perceber que essas ações voltadas à prevenção são relativamente recentes e já fazem parte da rotina das pessoas. 

Nas redes sociais, a cor rosa toma conta dos perfis, divulgações sobre a importância de prevenir câncer de mama e colo de útero abarrotam as timelines. O resultado? Nem sempre é um aumento na procura pelos exames gratuitos, acessíveis e disponíveis nas unidades de Saúde curitibanenses. 

Nossas heroínas ainda estão escondidas atrás de seus disfarces humanos. No entanto, o maior vilão da vida de uma mulher é a falta de cuidado com a própria saúde. Acredite se quiser, uma parcela dessa resistência tem origem nas informações falsas e nos mitos sobre o câncer de mama disseminados na mesma Internet que ajuda a levar mais longe a mensagem de prevenção. 

Medo da radiação emitida pelos aparelhos de mamografia, medo de sentir dor, crença de que desodorantes e o próprio exame preventivo podem desencadear a doença. São tantas informações desencontradas que muitas mulheres despreparadas acabam acreditando nesses mitos e adiando um processo funda- mental à prevenção. Elas ignoram números reais como a taxa de 90% de chances de cura do câncer de mama quando descoberto logo no começo e que prevenir é a única forma de alcançar esse índice. Previna-se. 

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711