35anos barrra.png
35anos barrra.png
  
CarlosHomem.jpg

Vou-me embora...

04 Fevereiro 2018 13:38:00


(Foto: Divulgação)


Tá me assaltando uma dúvida. É aquela famosa pulguinha atrás da orelha! Será mesmo que o Lula vai pro xilindró? Justiça neste país, infelizmente, não é muito eficiente contra peixe graúdo. Os ilustres Ministros do Supremo ouve-se comentários, vão achar aquele "jeitinho brasileiro" (também é corrupção), pra livrar o Lula. Vão desmoralizar o juiz Sérgio Moro, e com ele os três Desembargadores do TRF-4.

Vai ser de aumentar o nojo! Então, me perdoem, mas quero ir embora.

Vou morar na Bolívia. Aqui, neste país onde um tal de João Pedro Stedile, líder do MST Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, tem o desplante e o atrevimento de dizer que se prenderem o Lula ele bota seu exército na rua, que chama um juiz de "merdinha" e de "bundão" e ninguém faz nada, é porque não existe mais nenhuma autoridade. Nem ordem! Desculpem-me, vou morar um pouco mais longe. Vou me mudar para a Venezuela! Neste Brasil onde uma senadora (Gleise Hogffmann), acusada e respondendo processo junto com seu marido por afundarem as mãos nos cofres públicos, chama sob céu aberto o juiz Sergio Moro de covarde e nada acontece com ela, nada mais podemos esperar.

Vou-me embora para mais longe, vou pra Cuba! Numa nação onde um senador (Lindbergh Farias) convoca a população para uma rebelião com "desobediência civil" para defender seu aiatolá petista, sugerindo vomitar na frente do Tribunal e não se nota nenhuma reação de autoridades, é porque estamos mortos. Vou-me embora. Pra bem mais longe. Vou para a Coréia do Norte. Não quero nem saber! Nesta terra descoberta por Cabral, onde um indivíduo chamado Guilherme Boulos, coordenador do MTST (sem tetos) tem a arrogância de convocar desocupados para "tomarem as ruas" numa demonstração de apoio ao seu pai político, não dá pra aceitar.

 E o malandro quer ser candidato à Presidência da República! Vou-me embora para mais longe ainda. Vou residir no Zimbábue ou na Tailândia! Mas, dirão alguns poucos que me leem, esses países todos estão sob regime ditatorial. E daí? Pelo menos se lá não posso abrir o bico, esses vagabundos aí de cima também não! Em nenhum desses países aí vou ver uma guerra urbana como a do Rio de Janeiro, comandada por bandidos e traficantes diante de um governo desarmado, tolerante e indeciso. Nem passeatas com bandeiras vermelhas feitas por vadios, parasitas, e protestantes de aluguel!


JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711