Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  
CarlosHomem.jpg

Rei Salomão

01 Abril 2018 00:00:00

Carlos Homem


Viralizou nas redes sociais domésticas, há poucos dias, um vídeo mostrando um dos nossos vereadores jurando fidelidade ao prefeito. Chegou a comparar o chefe do nosso executivo ao Rei Salomão. Vejam só! Na sua tresloucada fala, garantiu que se o prefeito errar, ele erra junto. Pode? Será que ele sabe, ainda que de forma superficial, o que significa a independência dos três poderes? A função fiscalizadora do legislativo? Que um edil, mesmo quando vencido numa controvérsia parlamentar, deve respeitar o princípio da colegialidade?

Tudo muda o tempo. Gosto desta frase do Padre Vieira dita há mais de um século. Uma conclusão óbvia, mas verdadeira. O mundo sempre mudou. Só que agora as coisas mudam muito rapidamente.

Os nossos políticos, agarrados nas facilidades que o poder permite, é que mudaram para pior.

Acomodam-se nas benesses públicas. Vão ser varridos pelo desencanto popular. O povo está na busca do novo e com rejeição da mesmice. Os velhos discursos repletos de clichês, e as mesmas figuras com rótulos desbotados já não cativam ninguém.

As massas estão conectadas. Não ficou nada fácil político enganar os eleitores com aquela conversinha fiada. A disseminação da mentira, embora seja da condição humana, agora é rapidamente anulada. Essas redes sociais são implacáveis. O Brasil quer novidade, quer lideranças novas. Há um sentimento de repulsa pelos conchavos, pelas coligações, pelos acomodamentos dos partidos políticos para garantir a reeleição dos mesmos.

Chega de subserviência. De membros do Poder Legislativo ficarem abanando a cola para o Executivo.

Nestes dias, caciques políticos não enganarão mais ninguém com promessas malufistas na base do "fui eu que fiz".

As mensagens terão que ser outras e novas. Nessa eleição que se próxima vamos ter a chance de mostrar como estamos politizados, tendo maior cautela na escolha dos candidatos.

Mas, voltando ao assunto do início, nosso Prefeito tem mostrado mesmo um ótimo tino administrativo salomônico. Claro, o Rei Salomão, considerado o rei da sabedoria, conseguia administrar setecentas sogras! Já imaginaram?


JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711