35anos barrra.png
35anos barrra.png
  
CarlosHomem.jpg

E os políticos?

21 Outubro 2018 09:30:00

'No mundo em que vivemos, tudo tem ascensão e queda'

Quá, quá, quá! É bom demais pra ser verdade. As raposas que dominavam a política brasileira foram entocadas. Os partidos políticos principais, manipuladores do voto popular, agora foram jogados no lixo.

As poderosas empresas de televisão que elegiam quem se submetesse aos seus interesses, todas penduradas nos governos e sanguessugas do dinheiro público, perderam sua importância. Não dominam mais a opinião pública com mensagens diretas ou sublimadas. O mundo político tradicional, rançoso e sucateado, está cético e acovardado.

Nem conseguiram entender ainda exatamente o terremoto que o devastou. Assiste sua destruição sem esboçar nenhuma reação. No mundo em que vivemos, tudo tem ascensão e queda. Chegou a vez da derrocada e extinção do político profissional. Pena que sobraram alguns ainda. Nunca foi fácil eliminar uma praga de forma completa. Sempre sobram alguns parasitas resistentes aos defensivos. Que maravilha!

A bacanal partidária que até nestes dias vigorava, sempre esteve escorada em três pilares: cargos públicos - verbas orçamentárias - negociatas corrompidas. Quem poderia imaginar que as redes sociais um dia poderia ter tanta força? Nada se faz em segredo nos dias atuais. Sempre tem uma câmara registrando a cena ou gravando a conversa. Propaganda enganosa não elege mais ninguém! O povo, usando um aparelhinho celular acabou desnudando as mentiras sistemáticas da esquerda retrógrada. Vivemos dias em que os miseráveis se transformaram em pobres e os pobres devedores das financeiras. São créditos fáceis, mas garantidos pelo desconto direto nos salários. Já os ricos ficaram milionários.

"No mundo em que vivemos,

tudo tem ascensão e queda"

Desde os tempos de Maria Antonieta o povão é enganado com migalhas. É bom, é muito bom ver o ocaso de Lula e seus porres escandalosos. O episódio do mensalão abriu as portas para um processo irreversível de mudança. A caneta e a coragem do juiz Sérgio Moro abriram os olhos da nação brasileira. A ladroeira institucionalizada foi revelada ao povo. Agora não adianta candidatos inventarem propagandas sofisticadas e milionárias para se verem vencedores em disputadas políticas.

O povo sabe a verdade, tem um aparelhinho no bolso e dissemina a informação. Desqualificar ou desestruturar o adversário com mentiras já não funciona mais. Conchavos e coligações partidárias não representam mais a vontade popular. Aqueles políticos demagogos com discursos decorados serão uma espécie extinta muito em breve. Mas como a história comprova, eleitores fanáticos por teimosia e outros cegos pela carência de líderes, resistirão. Claro que estes ficarão na margem do bom senso, pensando em ser diferentes, presumindo-se mais inteligentes que todos.

Assim como ainda restam admiradores do caudilho Getúlio Vargas, é provável que passados mais de cinquenta anos também haverão de existir apaixonados pelo nosso atual presidiário pinguço. Mas, de qualquer forma, o país saiu vitorioso desta eleição! Começa um novo ciclo!        

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711