Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

Revitalização Pessoal

12 Março 2018 11:20:00


(Imagem: Divulgação) 

Fresh start

Temos aprendido a não reagir a tudo que sai diferente das expectativas? Como em um fresh start, novo começo, mudar o foco pode se tornar algo exercitado continuamente e que se torna habitual, incorporado ao nosso jeito de ser.

Diante das frustrações diárias frente aos imprevistos, ou de algo habitual que sai totalmente ao contrário, ou de um esquecimento quase imperdoável, entre tantas outras possibilidades, mudar o foco subitamente, pode minimizar sentimentos como sentir-se machucada, magoada, incomodada, ou ainda uma perfeccionista com autoestima afetada.

Quando conseguimos a conectividade para mudar o foco:

Outro dia, apreciando a beleza de uma área urbana revitalizada surgiu a conexão com a revitalização pessoal. Como seria possível revitalizar a nós mesmos? De que forma poderíamos "vitalizar-nos"? Que área de nossa vida está necessitada deste movimento?.Uma das possibilidades é detectar o que está ocupando a nossa mente. Refere-se ao passado, ao presente ou ao futuro? Caso seja ao passado, mudar o foco para "como foi bom".e conectar-se ao hoje, ao agora. Expandir o olhar sobre a possibilidade do agir promovendo diferenças por onde passamos. Pois vitalizar também abrange energizar, estimular, excitar, animar, avigorar, fortalecer, desenervar-se, fortificar-se, oxigenar-se, renovar-se, retemperar-se, robustecer-se, temperar-se, tonificar-se, rezar, vitalizar-se. Dedicar um tempo para si mesmo.

Como?

Aprender a dizer não, reorganizar-se desapegando dos "acessórios inúteis" que costumamos acumular por toda a parte da casa e de nós mesmos. "As gavetas" ficarão mais leves e maleáveis quando temos clareza sobre o que realmente importa, excluindo o que sobrecarrega, adicionando o que nos dá o up, selecionando e mantendo o foco em nossas metas, em nossos objetivos.

Quando não conseguimos a conectividade para mudar o foco:

Precisamos detectar o excesso impeditivo e reaprender a aprender diante dos resultados indesejáveis. Quanto mais atividades, mais compromissos, geralmente mais ansiedade. Quanto mais ansiedade, mais perto da depressão. O passado consegue nos aprisionar por ficarmos presos nas experiências vivenciadas. Assim, a propensão para a doença, para o isolamento, para a falta de esperança, entre outros vão se empoderando em nossa mente/coração. Reagir ao que nos faz mal, o que nos decepciona, o que é contra nossos princípios e valores, dá poder para a outra pessoa. Podemos inverter a situação acreditando que na maior parte do tempo as situações menos confortáveis acontecem para nos

Então:

Uma sensação de revitalizar-se pode acontecer após uma boa música, uma caminhada, um treino na academia, um ótimo banho, uma boa conversa, um ouvir ao outro, o sentir e expressar a gratidão diante de cada mudança de foco conquistada. Treinar constantemente o colocar-se no lugar do outro. Sensação que pode causar alegria no rosto, na pele, nas palavras, nos gestos, na pró-atividade, no acreditar, no foco na luz do fundo do túnel, na proximidade com as pessoas, no sucesso das ideias.

Repense o seu pensar. Foco em você. O que realmente importa?


JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711