Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  
Murilo.png

Compromisso

14 Abril 2018 10:30:00


É que, neste mar de desencantos, decepções e tempestades sociais e políticas que se abatem sobre nós, aqui na terrinha do Monge, cuja praga se nos parece definitivamente esconjurada, o mar de bonança em que vivemos acaba de nos proporcionar duas notícias de excepcional valor trazidas a público pelo senhor Prefeito Municipal. A primeira diz respeito ao Mercado Público, projeto antigo e sempre adiado ante a escassez de recursos para sustentar uma obra de tamanho vulto.

Pois bem, após gestões junto aos agentes financeiros públicos, o Prefeito acaba de anunciar que, finalmente, os valores foram aprovados e liberados e agora é só cumprir os trâmites necessários, acelerar os papéis, lançar e julgar a concorrência pública e executar a obra. Para este segundo mandato, concluído este projeto ambicioso e outros em andamento, especialmente na área delicada da educação, já bastaria para consagrar o atual Prefeito como vencedor e realizador.

Porém, a colocar cereja lá no alto do bolo administrativo já bonito, o Chefe do Executivo Municipal anuncia o fim de suas quase infindáveis gestões para obter recursos a executar, talvez, a mais importante obra de seus dois períodos de governo. Eis que, num repente, vozes chegam da capital da República anunciando recursos substanciais para a obra de galerias pluviais a partir do bairro Aparecida.

"POIS A AÇÃO E A PERSISTÊNCIA VENCERAM "

O homem já foi ousado, peitudo mesmo, quando iniciou os trabalhos por conta própria, com recursos do tesouro municipal, economizados à duras penas e cuja existência e destino pouca gente sabia. Mas seria uma pedrinha incômoda no sapato do prefeito deixar a obra incompleta. Muitas foram a idas a Brasília, solas de sapato gastas nos corredores e antessalas de Ministros e Parlamentares, persistência, gota d'água em pedra duríssima. Recursos escassos, crise econômica, caos político, administradores provisórios, uma lista infindável de motivos e desculpas para negar o sonhado e quase mendigado dinheiro.

Pois a ação e a persistência venceram. Vem a grana de uma área quase improvável, de vez que o pleito foi inscrito em muitas mesas da administração federal, Ministério das Cidades, da Ação social, Interior, só não foi para a ONU e a Cruz Vermelha. Veio da Defesa Civil. Pouco importa a mão que vai segurar o carimbo. Agora é concluir a primeira etapa e lançar a segunda. Grandes esperanças de que talvez no Verão do ano que vem, suas chuvas rápidas e tempestuosas já não causem dano a ninguém. Uma vitória que não é só do Prefeito e de sua habilidade política e elevado tirocínio administrativo, um prêmio que a todos nós pertence, pois torna Curitibanos vencedora.


JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711