35anos barrra.png
35anos barrra.png
  
Murilo.png

A PAZ TAMBÉM PODE SER COMPRADA

10 Março 2018 14:18:00

É que, em meio a tanta bagunça, frustração e desesperança, eis que, ao repetente, surge notícia, a ser vista e deglutida com absoluta cautela. Anuncia-se, já para abril próximo vindouro, auspiciosa reunião de cúpula entre as duas Koreias.  

O regime de Pyongyang vem de demonstrar algum interesse em conversações, posição oposta à vista em meses anteriores quando todos apostavam em nosso mergulho apocalíptico em uma guerra nuclear. Sucessivamente e a curtos intervalos, o controverso ditador norte-coreano efetuou disparos de mísseis de alta potência e grosso calibre, inclusive com alguns deles sobrevoando o território japonês, seu fidagal inimigo, em flagrante quebra do direito internacional e ofensa à soberania nipônica pela abusada invasão de seu espaço aéreo e mar territorial.

O grande xerife norte-americano a blasonar diariamente suas sandices de ópera bufa, fazia por empilhar doses elefantinas de lenha na fogueira já superaquecida e chapa incandecente. Ah pois, não há de se ver que os belicosos esfriaram a cabeça, as armas silenciaram e foram recolhidas e passa-se a ver as mais promissoras atitudes de restabelecimento do diálogo tão necessário à descoberta e ampliação de pontos comuns.

Há poucos dias, durante a realização da olimpíada de Inverno,em território sul-coreano, o vizinho do norte não só enviou atletas de seu pais, como, para a nossa surpresa e de muitos, fez seus desportistas desfilarem e competir integrados ao time do sul, como foi o caso do jogo de hockey sobre patins, onde a equipe mista foi fragorosamente derrotada e retumbantemente aplaudida. Ainda durante as ocasiões protocolares daquele magno evento esportivo, o governo de Pyongyang se fez representar por dignatários e funcionários do mais alto escalão, demonstrando assim o seu desejo de realmente prestigiar.  

Pois, encerrados os jogos, quase que na sequência a fronteira foi aberta e uma delegação sul-coreana foi ao norte para uma primeira rodada de conversações - conversações ainda frias e distantes, com as partes apalpando-se mutuamente e medindo a febre. Entretanto, as reuniões produziram efeito e, agora, as partes anunciam rodada de conversa de alto nível, envolvendo, possivelmente, os dois chefes de governo. Em conclusão, isto é quase briga de casal, então, nenhum peru de fora deve meter a colher torta. É uma esperança de paz que pode concretizar se ambos cederem e interesses estranhos e escusos não mexerem os tais pauzinhos para jogar areia e fazer melar.

Obviamente que o controverso governante do norte, apesar de dar pinta de meio desequilibrado, não é maluco o suficiente para fazer explodir uma bomba atômica em cima de uma cidade. Ele também é alvo fácil. Vamos acompanhar, torcer e rezar para que esta gente reencontre o equilíbrio e o bom senso.  

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711