Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  
Murilo.png

A cidadania deve começar em casa

02 Abril 2018 10:18:06

 É que, entre o abestalhado e a cólera quase incontida, ainda estamos a ruminar sobre a covarde e estúpida agressão sofrida pelo Núcleo Municipal Prof. Alírio Luiz de Almeida do bairro São José. O fato, bestialógico, agora perfaz a meia dúzia de vezes que aquele modelar estabelecimento de ensino é vilipendiado pela canalha que, infelizmente, habita ou transita por aquele bairro que nos é tão querido.

 Este ataque recente causou dano de tal monta que obrigou a Secretaria Municipal de Educação a suspender as atividades propedêuticas para providenciar reparos e reposições de emergência que proporcionem um minimo de condições para que educadores e educandos possam ali conviver e aprender. De imediato vamos afastar o olho torvo sobre os moradores do bairro, núcleo habitacional de trabalhadores, na média de baixa renda, mas, de ordinário, pessoas boas e ordeiras.

 Entretanto as estatísticas policiais e os noticiosos midiáticos mostram que ainda ali reside ou transita uma minoria de vagabundos, desocupados e canalhas que devem receber atenção das autoridades em geral, da autoridade policial em particular e dos bons moradores do São José, destes últimos uma atenção permanente para se poder identificar, prender e punir com severidade os autores do injustificado vandalismo. É inconcebível que um ser pensante, com forma e cromossomas humanos, possa pensar em fazer o que lá foi feito.

 A solução existe e esta ali mesmo. Começa que os autores são largamente conhecidos por ali. Então aquela comunidade precisa se organizar melhor, fazer brotar e crescer o verdadeiro senso comunitário. Damos como exemplo o que já existe por aqui, no centro e em outros bairros com o nome de rede de vizinhos. No São José, como no resto do mundo, as pessoas, notadamente as de bem, são ocupadas, mas não tanto que não possam, comunitária e individualmente, manter um olho mais vigilante tanto no patrimônio público, que são bens de todos, como no que pertence a cada um. Ajudar a ajudar-se é a palavra.

 A Administração Municipal, zelosa com o bem-estar de todos e com a educação, especialmente dos mais pequenos, anunciou e se dispõe a realizar ali investimentos de vulto, exatamente para valorizar e prestigiar a educação. Temos certeza que o ato monstruoso recém-praticado não vai servir de desestímulo à Administração Municipal que, ao contrário, vai dispender ainda mais em educação e serviços de elevação social para aquela comunidade exatamente para responder a esta minoria das minorias que não respeita o que se está fazendo por seus irmãozinhos, primos e sobrinhos, pois o delírio demoníaco das drogas só impele em destruir. A comunidade sabe, conhece. Então que faça por si. Vá as autoridades e aponte estes vagabundos, pois se não protegerem a si próprios, nem a polícia nem ninguém poderá fazê-lo.


JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711