Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

Gerundismo e você

17 Outubro 2017 06:44:00

Katia Zilio


Atendendo pedidos, vai aí mais um texto sobre o gerúndio...

Você já deve ter ouvido falar de uma epidemia que assola os ouvidos mais atentos:

VAMOS ESTAR FAZENDO...

VAMOS ESTAR LIGANDO...

PODEMOS ESTAR VENDO...

Essa epidemia verborrágica ou hemorragia de verbos pouco significa realmente, guarda a possibilidade do acontecer do vir a ser.

 Gerúndio é uma forma nominal dos verbos e, geralmente, é empregado:

 -Com valor de verbo, nas locuções verbais.

 ESTÁVAMOS SONHANDO COM UM MUNDO MELHOR.

 ESTÁ VINDO UMA FRENTE FRIA.

 -Com valor de nome, usado mais como advérbio de modo:

 O AMIGO ME PROCUROU CHORANDO

 A SAUDADE CHEGOU DOENDO MUITO.

  -Nas orações reduzidas adverbiais e adjetivas:

 ACABANDO O TREINO, SAÍRAM OS ATLETAS.

 EM SE TRATANDO DE AMORES, QUERO TODOS.

 ERA O REPÓRTER ANUNCIANDO A ENTREVISTA.

 Mas gramática à parte, aquilo que nos motivou este texto diz respeito aos dizeres que se propagam nas bocas que significam... E o que quer dizer:

 VAMOS ESTAR PLANEJANDO ou LIGANDO ou FAZENDO?

 Que sentido guarda essa construção com três verbos? Não é possível dizer apenas:

 ESTAREMOS PLANEJANDO, LIGANDO OU FAZENDO?

 É aí, leitor, que vale apena pensar... Esse estilo de dizer (se é que se pode chamar de estilo) guarda em seu interior a possibilidade do acontecer.

 Quando se diz: vamos estar ligando, é quase certo que ligaremos, tem a intenção de ligar.

 Quando se diz: estaremos ligando... A certeza é imediata e tem-se a impressão que a ação também será, então é mais comprometedor e deixa o interlocutor mais certo do que vai acontecer. Na primeira opção, tem-se que o fato ocorrerá possivelmente e aplaca a ansiedade a respeito do que acontecerá.

 É a típica linguagem de telemarketing que oferece trabalhos ou produtos e que necessita de um discurso vazio de certeza, mas que a aparenta.

 Eu, hein, em que mundo vivemos?

 Inventamos verdades ou quase verdades e jeito de dizê-las...

 Agora quando as escrevemos...

 É ARMADILHA NA CERTA.


JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711