35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

E o verbo se fez... Verbo

08 Maio 2018 10:48:00

Katia Zilio

Quando elaboramos o que vamos dizer, seja de forma mais descompromissada com o rigor da norma padrão ou na adequação do discurso, às vezes nos deparamos com a conjugação de verbos que nos parecem iguais. 

E isso é verdade, muitas vezes é o contexto que nos auxilia a corresponder o verbo ao seu tempo verbal.

Olhemos o exemplo abaixo:



Um exemplo disso é atira acima, pois o verbo vender e ver são o tema da pequena história. Afinal, vendo o pôr do sol é ver ou vender? 

Outro exemplo é AMAMOS/ FALAMOS ou outros verbos da primeira conjugação que apresentam a mesma forma para o presente e para o pretérito perfeito. 

Então:

Nós amamos o verão...

Amamos ontem ou hoje? É presente ou pretérito? Isso vai depender do contexto.

Outras vezes é somente um acento que diferencia o tempo verbal.

Ele amara sua esposa desde o princípio.

Ele amará sua esposa sempre.

O primeiro verbo está conjugado no Pretérito-mais-que perfeito e o segundo, no Futuro do Presente.

E verbo se fez carne... E o verbo se fez texto... E, no texto, é o verbo que sempre colabora com os sentidos que desejamos, mesmo que às vezes ainda tenhamos dúvidas sobre seu uso.

E a armadilha fez do verbo a sua carne, não é?


JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711