35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

Caminhoneiro ou camioneiro?

29 Maio 2018 09:35:00

Katia Zilio



Sabe, leitor, quero pensar em como viemos parar nessa crise caminhoneira... 

Penso que seja por causa dos caminhões? Talvez nem saibamos...

Afinal caminhoneiro ou caminhoeiro? Tanto faz...

Em português daqui é caminhão...

Em Portugal se diz camião...

Na França e na Itália se diz camion...

Na Espanha camión...

Para nós, a palavra lembra caminho, os caminhões rodam por caminhos.

E quem dirige o caminhão?

Camionero, na Espanha; camionista, na Itália e também em Portugal; camionneur, na França.

Podemos observar que as línguas latinas se assemelham na pronúncia e na escrita da palavra, mas, certamente, não há semelhança entre as experiências vividas por nós, brasileiros, nesses últimos dias.

Entre redução de preço de combustível e de abastecimento há um olhar para a nação, como ente organizador de um povo; para a classe dos motoristas, como profissão importante e digna; e para o mar de manifestações apoiadoras....

Pegamos carona?

Parece que sim, pegamos carona nos caminhões e convocamos nossas reivindicações junto daquelas dos caminhoneiros.

Mas é preciso pensar além da língua, além da palavra e além das nossas necessidades: somos uma nação que não aguenta mais a manipulação da mídia e dos poderes que nos cercam...

Como sujeitos assujeitados e esmagados pela sujeição. Somos, talvez, caminheiros (sim, aqueles que caminham) de uma jornada para a qual não vislumbramos saída ou alento.

Caminhoneiros e caminheiros... Sujeitos do mercado... Marcados pela língua e pelo sofrimento de se pensar livre. Armadilha do dizer, e também do pensar!


JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711