Curitibanos,
35anos barrra.png
35anos barrra.png
  

É culpa do corretor...

20 Março 2018 14:00:00

Katia Zilio

Em tempos de internet e, principalmente de WhatsApp, recebemos muitas mensagens codificadas. 

O digitar apressado e a leitura menos cuidadosa têm feito muitos reféns de mensagens apagadas...

Em muitas situações, o dispositivo eletrônico nos oferece palavras que sequer diríamos quando em um encontro presencial.

As relações humanas foram simplificadas?

Talvez podemos dizer que a comunicação instantânea nos ajuda no trabalho e nos encontros e compromissos do dia-a-dia, porém é inegável que, para algumas pessoas, o uso do instrumento eletrônico facilita pequenos entraves pessoais...

Finalizar uma relação amorosa ou resolver desentendimento via WhatsApp já é uma realidade. É verdade que isso nos parece estranho... As relações não são descartáveis como as mensagens com as quais nos enganamos ... As relações são humanas e precisam de cuidados...


Como diria ou cantaria Kid Abelha:

Depois de você

Os outros são os outros e só

Depois de você

Os outros são os outros e só


Os outros são os outros, mas você, ah seria bom usar a língua para a empatia: Faça para os outros o que querem que te façam...

Escreva com cuidado.

Use o que quer dizer pensando em si e nos outros.

Quem lê? O que lê? De que forma posso ser mais claro (a)?

E o corretor?

Que seja mais um instrumento, mas que não substitua aquele que escreve a mensagem.

A Armadilha é pensar que a culpa é do corretor, não há culpa.

Somente há a falta de empatia...


JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711