35anos barrra.png
35anos barrra.png
  
Paula.png
PENSANDO BEM

Somos perfeitamente imperfeitos!

22 Outubro 2018 17:23:00


(Foto: Divulgação)/

Curiosamente, uma das melhores frases sobre a imperfeição não foi dita por um filósofo renomado, mas por Vittorio Gassman, um ator italiano. Ele disse que "as nossas imperfeições nos ajudam a ter medo; tentar resolvê-las nos ajuda a ter coragem". 

Todos nós erramos ao longo da vida, segundo Adam Smith, "se você abordar?uma situação como uma questão de vida ou morte, morrerá muitas vezes". Esta frase serve perfeitamente para o tema que debatemos.?A ideia de dedicar esse texto para a teoria da imperfeição é devido ao fato de não aceitarmos a nossa própria imperfeição, pois, a perfeição não existe. A ideia de fazer algo cada vez melhor não significa que um dia você o fará de forma perfeita, mas o convida a aprimorar-se continuamente. 

A perfeição parece ser uma utopia, que deveria motivar as pessoas a se tornarem melhores a cada dia. 

De alguma forma, qualquer ser humano pode ser perfeitamente imperfeito. Dentro de todos nós vive o desejo de aprimorar, a necessidade de ser mais feliz ou a mensagem ilusória de um mundo perfeito. Só depende de nós, não é preciso construir algo perfeito, mas algo melhor.

Todos nós somos imperfeitos e isso faz parte da nossa condição humana. Se fossemos perfeitos, a vida seria enfadonha e, logicamente, seríamos infelizes. Gosto de pensar que, como afirma Fernando Birri: "A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar". 

Da mesma forma, é o nosso caminho em busca da perfeição, esse caminho nos ajuda a caminhar continuamente, todos os dias, rumo à evolução e ao crescimento humano. 

Antoine de Saint-Exupéry afirma que "perfeição não é quando não há nada mais?a acrescentar, mas sim, quando não há nada mais a tirar". E a leitura dessa frase me remeteu imediatamente a uma arte que aprecio, a escultura. O que representa a perfeição de uma escultura? É quando já não há mais nada a ser retirado, quando a escultura já foi tão polida que é simplesmente impossível se retirar mais um milímetro. 

Na nossa vida, gradativamente podemos chegar mais perto do que seria a perfeição quando retiramos os escombros e entulhos que nos afligem, e esse entulho maior se chama medo, é exatamente por causa dele que nunca poderemos ser perfeitos, pois não há um?único ser humano destituído de medo. Ele nos acompanha, mas podemos reconhecê-lo e nos trabalhar para ir vencendo os medos um a um. 

Portanto, um ser humano que se sentir perfeito está tolamente equivocado, porque ser feito por completo, estar já concluído como pessoa, tem como única possibilidade, para?ser irônica, a de ser um cadáver, pois ele não tem mais como se modificar do ponto de vista da sua capacidade intelectual; vai se modificar como corpo físico, mas, como ser humano, não terá mais essa capacidade. 

A perfeição como horizonte, aquilo que desejamos, é algo que nos movimenta?em direção ao melhor, mas, se ficarmos imaginando a perfeição como um lugar ao qual se chega, isso é falta de sabedoria. 

Quem tem sabedoria percebe que procuramos fazer algo perfeito, mas, se chegarmos a achar que já conseguimos, existe aí uma falha de percepção e precisamos olhar aquilo que fazemos com muito criticidade. 

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711