35anos barrra.png
35anos barrra.png
  
Zuquelo.png

Eleições

18 Agosto 2018 08:30:00


(FOTO: DIVULGAÇÃO)

Encerrou-se o prazo para registro das candidaturas aos diversos cargos eletivos em disputa nas próximas eleições, estando em plena vigência da lei da ficha limpa, que impede o registro da candidatura por pessoa condenada criminalmente em segunda Instância, norma que obsta o ex-presidente Lula de ser candidato a Presidente da República. A nível de Estado, definiram-se os candidatos a Governador, Senador e Deputado Federal e Estadual, bem como as coligações, iniciando-se, logo mais, a campanha eleitoral oficial.

Em nossa região, foi com surpresa recebida a notícia da desistência da candidatura pelo ex-prefeito Wanderley Agostini, que entendeu não ser propício o momento e as circunstâncias para a disputa, retirando seu nome. Sem adentrar do mérito desta decisão pessoal e sem o conhecimento em profundidade da sua motivação, parece conscienciosa a decisão.

A propósito da questão das candidaturas a Deputado Estadual em Curitibanos, já escrevemos neste espaço sobre a inconveniência de se lançarem dois candidatos, pelo risco de ambos não alcançarem o número de votos necessário. Falou-se ainda da conveniência de manter-se a união política ampla construída, com apoio a um único candidato a Deputado e já projetando o futuro candidato a Prefeito dessa união.

"O MOMENTO É APROPRIADO AO DIÁLOGO AMPLO, UNIDAS AS FORÇAS PARA A ELEIÇÃO DE UM DEPUTADO DA REGIÃO"

Com a desistência do candidato Wanderley Agostini abre-se a possibilidade concreta de os partidos que integram o governo municipal apoiarem o candidato Nilso Berlanda, objetivando a ocupação de uma cadeira do Legislativo por um curitibanense, reconquistando a região sua representatividade estadual, tão necessária.

O momento é apropriado ao diálogo amplo, unidas as forças para a eleição de um Deputado da região. Vencida essa etapa, poderão as lideranças pensar e dialogar sobre a composição da chapa para a disputa municipal em 2021, dando prosseguimento ao desenvolvimento do município, com paz e bem-estar para a população.

De resto, escolher-se bem os candidatos aos relevantes cargos do Executivo e do Legislativo para que também o Brasil e o Estado de Santa Catarina desenvolvam-se com paz social.

Com a redução do período de campanha eleitoral, teremos nós eleitores um pouco mais de disposição para assistir as falas dos candidatos e formar a opinião quanto ao voto. Muito acertada, aliás, a redução do tempo de campanha, visto que também a mensagem eleitoral inflaciona, quando em demasia, e se desgasta, assim como ocorre com a moeda com a inflação. Pouco e aproveitável, parece ser o lema ideal das campanhas eleitorais.

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711