ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  
Zuquelo.png

Ano Novo

02 Janeiro 2019 10:17:00


(Foto: Rubiane Lima) /

Mais um ano se despede. Olhando-se o caminho per- corrido em 2018, despontam lutas, vitórias, conquistas e aprendizado sempre. 

Fecha-se mais um ciclo e a misericórdia do Senhor nos concede um novo ano, motivo bastante para termos renovada a esperança e buscar sempre o melhor, com a consciência mais desperta para os verdadeiros valores da vida. 

Ano Novo, vida nova, Paz e Esperança!

ESPERANÇA 

Eu que pensei que a lua não brilhasse 

Sobre os mortos no campo da guerrilha, 

Sobre a relva que encobre a armadilha, 

Ou sobre o esconderijo da quadrilha, mas brilha... 

Achei também que nenhum pássaro cantasse 

Se um lavrador não mais colhe ou planta 

Ou se uma família vai dormir sem janta 

Com um soluço preso na garganta, mas canta... 

Também pensei que a chuva não regasse  

A folha cujo lei- te queima e cega 

A carnívora flor que um inseto pega 

Ou um espinho oculto na macega, mas rega... 

Julguei que o orvalho não beijasse 

A venenosa cobra que rasteja 

Sobre as ruínas da esquecida igreja 

No silêncio da noite sertaneja, mas beija... 

Imaginei que a água não lavasse 

O chicote que em sangue deprava 

Quando de forma monstruosa e brava 

Abre trilhos de dor na pele escrava, mas lava... 

Apostei que nenhuma borboleta 

Por ser um vivo exemplo de esperança 

Dançaria contente, leve, solta e mansa 

Sobre o túmulo de uma criança, mas dança... 

Pensei que o Sol não mais aquecesse 

Os campos que a guerra empobrece 

Onde tomba o homem à própria espécie 

E à sombra do medo enlouquece, mas aquece... 

Cheguei a imaginar que eu, nunca jamais na vida 

Poema algum fizesse após tanto cansaço, 

Tristeza, desilusão e dor, tanto fracasso 

Pela espera vã do teu abraço, mas ainda faço... 

Heraldo Victor


logo as5.png

JORNAL "A SEMANA"
Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida
89520-000  -  Curitibanos/SC  -  (49) 3245-1711