ASemana 36 anos.png
ASemana 36 anos.png
  

É TEMPO

17 Janeiro 2019 11:22:00

Natália Sartor de Moraes


(Foto: Divulgação) /

Início de ano é tempo de construções. E que saibamos construir momentos vibrantes, intensos, verdadeiros. Que saibamos, além disso, desconstruir passados, sem o que serão impossíveis novas edificações dentro de nós.

Início de ano é tempo de sorrisos novos, para que adentremos o novo ano energizados pela certeza de oportunidades aproveitadas; ou, acaso não vividas por motivos exteriores à nossa vontade, que o sorriso ainda assim traga a marca da serenidade, da consciência imaculada.

Início de ano é tempo de fixar metas, engendrar planos, mas, acima de tudo, de agradecer se esses planos forem vencidos por eventos inesperados, que podem nos tornar muito mais felizes do que anteriores planejamentos.

Início de ano é tempo de descartar roupas velhas; e também ideias velhas. Porque é ainda mais insano continuar a viver uma ideia que não nos serve do que envergar uma roupa pequena. A roupa inadequada aperta o corpo. A ideia ultrapassada encolhe a alma.

Início de ano é tempo de atitudes. E de lucidez emocional para lidar com cada consequência delas advindas.

Início de ano é tempo, até mesmo, de radicalismos, talvez, desde que necessários para fulminar desgastes. Porque o desgaste é o começo de todas as enfermidades: materiais e imateriais. Desgaste é sinônimo de precipício. Pena que, às vezes, precisemos cair nele para perceber.

Início de ano é tempo, principalmente, de compreender que tudo no universo é energia. E que toda a energia emanada reverbera em algum lugar, algum coração, alguma mente. Que a energia supera a sensatez, mesmo porque, não há comparação entre a intensidade das duas.

Início de ano só não é tempo de perder amigos. Aliás, nunca é tempo de perder amigos. Quem sabe seja justamente por isso que, dentro de nós, eles jamais se apaguem, porque a mesma energia que supera a sensatez resiste também à morte.

A energia zomba das inquietações

Tuas.

A energia é tão autêntica quanto almas

Nuas.


Jornal "A Semana" | Rua Daniel Moraes, 50, bairro Aparecida | 89520-000 | Curitibanos | (49) 3245-1711